Concurso Rei/Rainha do Recorte evidencia a qualidade dos pintores do Rio de Janeiro e do Espírito Santo

Alta competitividade na etapa regional demonstrou bom nível de qualificação nos pintores dos dois estados.

O concurso de técnica de pintura “Rei/Rainha do Recorte” do Rio de Janeiro e do Espírito Santo aconteceu neste sábado, na capital carioca.  A Sherwin-Williams, líder global na fabricação, distribuição e venda de tintas e revestimentos, promove a disputa para testar e premiar as habilidades dos pintores. O torneio regional foi disputado por 44 competidores e provocou grande mobilização dos revendedores parceiros nos estados. A procura pelas vagas foi tão expressiva que os lojistas organizaram etapas seletivas nas cidades para selecionar os melhores candidatos, fato que deixou a competição bastante acirrada. “O nível dos concorrentes foi muito alto, com profissionais altamente qualificados, as classificações para a final foram decididas por uma diferença mínima de pontos”, afirma Fabio Pereira gerente de Trade Marketing da Sherwin-Williams.

Após uma etapa inicial eliminatória, dez pintores foram selecionados para a grande final. Depois do término do concurso, que contou com a avaliação de três jurados de Minas Gerais, os seis primeiros colocados receberam troféus. O título de Rei do Recorte do Rio de Janeiro e do Espírito Santo foi para Ramon Miranda, de Resende (RJ), que recebeu R$ 3 mil de premiação. “Treinei em casa para o concurso, estava mais nervoso na primeira fase, durante a final eu já estava mais tranquilo, e graças a Deus consegui”, comemora Ramon.

O segundo lugar, Rodrigo Rodrigues, também de Resende, conta que uniu a experiência na pintura e uma preparação especial antes do grande dia “tenho 28 anos de profissão e participei de uma preliminar ante de vir”, relata Rodrigo, que faturou R$ 2 mil reais. A terceira posição e o prêmio de R$ 1 mil ficou com Wagner Pereira, pintor de Volta Redonda (RJ). “Estou feliz demais e emocionado, a competição vai dar uma boa visibilidade ao meu trabalho”, comenta Wagner. Os três primeiros colocados representavam a revendedora Toti Tintas.

O trio de profissionais está classificado para disputar a final nacional no segundo semestre de 2024, em São Paulo. Essa foi a segunda etapa regional do concurso, que avalia habilidades no quesito de recorte, uma técnica utilizada para pintar as laterais e os cantos das paredes, janelas e portas. “Essa é uma competência fundamental na pintura, que influencia diretamente no acabamento e no resultado final do trabalho, por isso é tão importante que o profissional tenha o domínio dela”, analisa José Andrade Pinho, Gerente da Área Técnica da Sherwin-Williams. “A criação desse concurso simboliza a nossa parceria de longa data com os pintores e a nossa dedicação à capacitação desse grupo, com uma série de iniciativas, porque reconhecemos que eles são fundamentais para nossa indústria e os nossos consumidores. O Rei/Rainha do Recorte, veio para jogar luz sob a qualidade técnica dos profissionais brasileiros”, explica Fábio Pereira.

O Rei/Rainha do Recorte é mais uma iniciativa da Sherwin-Williams para apoiar e incentivar a qualificação dos profissionais da pintura. Um exemplo desse esforço contínuo é a plataforma SW Pro Cursos que, desde 2020, oferece treinamentos técnicos e de gestão de negócios online. Estão à disposição dos treinandos mais de 10 trilhas de conhecimento, gratuitamente.

Uma resposta para “Concurso Rei/Rainha do Recorte evidencia a qualidade dos pintores do Rio de Janeiro e do Espírito Santo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *