Cidade em transformação: Maricá terá novo mercado do produtor no segundo semestre

105

Janeiro, 2021 – A construção do novo Mercado do Produtor de Maricá segue a todo vapor e deverá aumentar o ritmo nas próximas semanas. A obra está na fase das fundações e, após a instalação do primeiro piso, a equipe de trabalhadores terá um reforço para as próximas etapas. A área construída é de 1.300 metros quadrados e terá dois pavimentos, com um total de 26 boxes onde haverá peixarias, lanchonetes e outras lojas, além de um aquário flutuante e área de convivência. O prédio está sendo erguido na Avenida Roberto Silveira, ao lado da Faculdade Maricá. A previsão é que esteja pronto no segundo semestre

Obras segue aceleradas da construção do Mercado Popular. Divulgação

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca de Maricá, Júlio Carolino, a área externa com 10 mil metros quadrados terá um estacionamento que pode ser revertido em local de eventos. Para isso, o antigo Mercado do Produtor, que ficava de frente para a Rua Uirapurus, teve de ser demolido e o espaço será uma área de carga e descarga de produtos.

“Não foi possível manter a antiga estrutura para oferecer um espaço funcional no novo projeto, até porque não seria mais útil para nós. Vamos dispor de um prédio bem mais moderno e com dependências amplas para quem utilizar ou visitar”, garantiu o secretário, que tem como meta entregar a obra pronta no segundo semestre.

Fazenda ibiaci terá parque de exposições

Canteiro de obras Divulgação

Entre os projetos que estão na pauta da Secretaria de Agricultura do município é a implantação na Fazenda Ibiaci, no Vale da Figueira, de um capril- área destinada à criação e beneficiamento de produtos derivados de caprinos. “Um dos objetivos do projeto é levar cerca de 300 alunos da rede pública municipal para aprender as técnicas para fazer leite e queijo”, explica Júlio Carolino.

Outro projeto, que está sendo avaliado é a construção de um parque de exposição nas imediações do principal acesso da fazenda, ao lado da rodovia RJ-106. Segundo o secretário, o espaço também seria utilizado como uma escola agroecológica destinada aos alunos da rede. A construção ainda não tem data definida para começar.

Fonte: Imprensa/Prefeitura de Maricá

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.