Temporais pelo Brasil: Chuvas causam estragos em Ubatuba

188

Janeiro, 2020 – As fortes chuvas que tiveram início no dia 01 de janeiro em Ubatuba causaram estragos no município. A região central ficou alagada, desalojando seis famílias da rua Acre na manhã deste sábado, 02. As 16 pessoas foram levadas para o Ginásio de Esportes Tubão e, ainda pela manhã, foram encaminhadas para a EM Tancredo, onde devem permanecer até a melhora da situação.

Agora, os números atualizados apontam 14 famílias, com 14 crianças e 22 adultos, totalizando 36 pessoas no local. Os bairros Taquaral e Angelim também tiveram pessoas afetadas.

Cerca de 44  famílias afetadas do bairro Angelim estão no espaço de convivência do CDHU do bairro, pois não quiseram ser deslocadas para a unidade em que as vítimas das chuvas estão temporariamente alojadas.

No início da tarde, os novos números apontaram um total de 85 pessoas/ 29 famílias acolhidas.

A Prefeitura já emitiu uma nota solicitando à população que puder colaborar com doações deve levar os itens solicitados ao Ginásio Tubão , à EM Tancredo ou à sede da Guarda Civil Municipal.

Abastecimento

A Sabesp também informou que o abastecimento de água na cidade foi afetado. De acordo com a assessoria da concessionária, o tratamento de água foi interrompido devido à quantidade de galhos, lama e pedras que bloquearam as captações de água após as fortes chuvas que atingiram a região.

No momento, a Companhia opera de forma reduzida e equipes trabalham para a normalização dos sistemas de abastecimento, lembrando que imóveis sem caixa d’água podem sofrer desabastecimento. O fornecedor pode levar 12 horas para estar totalmente recuperado.

Os bairros atingidos em Ubatuba são: Coquerais, Barra Seca, Bela Vista, centro, Carolina, Domingas Dias, Enseada, Estufa I e II, Figueira, Flamengo, Flamenguinho, Horto Florestal, Iperoig, Ipiranguinha, Itaguá, Jardim Samambaia, Lázaro, Marafunda, Mato Dentro, Morro das Moças, Pedreira, Perequê Açu, Perequê Mirim, Ponta das Toninhas, Ponta Grossa, Parque dos Ministérios, Praia Grande, Praia Vermelha, Ressaca, Saco da Ribeira, Santa Rita, Sesmaria, Sumidouro, Sununga, Taquaral, Tenório, Toninhas, Usina Velha, Vale do Sol, Balneário Santa Cruz, Lagoinha, Maranduba, Sapê, Sertão da Quina e Vila Maria.

Coleta de lixo afetada

A Prefeitura ainda solicita compreensão e colaboração popular com relação à coleta de lixo, que sofreu impacto. Devido à interdição da ponte que dá acesso ao transbordo, a empresa responsável teve dificuldades para descarregar os caminhões, o que aconteceu quando o nível da água do rio diminuiu.

O serviço já foi normalizado ainda pela manhã.

Desafio

Este é o primeiro grande desafio da prefeita Flavia Pascoal, que está preocupada com a situação das pessoas atingidas pelas chuvas e convocou sua equipe para uma reunião de urgência na Prefeitura às 14 horas para continuar prestando atendimento e controlando a situação na cidade.

Colaboração

Empresas da cidade estão colaborando, enviando itens de cama mesa e banho e alimentação para os desalojados. Doações da população também já começaram a chegar.

Situação das chuvas

Os índices pluviométricos apontam que, em 96 horas, as regiões central e da Marafunda já atingiram mais de 180 mm de chuva, o que coloca a cidade em estado de atenção. A Defesa Civil pede a colaboração da população, pois a previsão é que continue chovendo nas próximas horas.

As equipes estão intensificando as fiscalizações nas áreas de riscos. A Defesa Civil recomenda à população que evite transitar em ruas alagadas e mantenha-se em lugares abrigados, longe de redes elétricas e árvores, informando pelo número 193 ou 199 os pontos onde há enchentes.
É necessário também redobrar os cuidados nas áreas de deslizamento, pois o solo vai ficando encharcado, o que pode ocasionar queda de barrancos. Uma ocorrência dessa natureza já foi registrada no bairro Bela Vista, porém, sem vítimas.

Fonte: ASCOM/Prefeitura de Ubatuba-SP

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.