Alunos da Educação em tempo Integral de Itaboraí dão show de talentos em festa junina

201

Sociedade

Julho, 2016 – O que era para ser uma festa junina do Espaço de Atendimento ao Desenvolvimento da Educação Integral de Itaboraí (EADI) transformou-se em um verdadeiro festival de talentos ao livre.

Na atividade, realizada nesta sexta-feira (15), cerca de 150 crianças da rede municipal deram mostras do que desenvolvem dentro do Espaço. Ao menos duas vezes por semana, elas são beneficiadas com aulas balé, taekwondo e práticas da Guarda Mirim.

ITABORAI II
Festa junina do Eadi. Créditos: Priscila Marins

“Há um ano minha filha ingressou no curso de balé. Fiquei muito contente porque foi uma iniciativa dela mesma. Acho que isso teve muito influência das amiguinhas que já faziam o curso. Hoje vou assistir a apresentação dela pela primeira vez. Não tem como não estar feliz”, explica Marcela Ferreira, de 33 anos, mãe da Luana Ferreira, de 6 anos.

De acordo com Clemária Ramos, subsecretaria de Educação Integral e Projetos Estratégicos de Itaboraí, esse é o quarto ano em que o EADI realiza esse movimento com foco na cultura regional.

“Mais que um momento de proximidade entre o aluno e os funcionários, é a ocasião em que muitos pais comparecem à unidade para ver o desempenho dos seus filhos. É nesse clima que o diálogo entre o responsável e o educador podem e devem ser aproximados”, explica Clemária.

Com apenas 12 anos, Felipe Viana, morador do bairro do Outeiro, conta que viu no teatro uma forma de amadurecer e ganhar desenvoltura. Mesmo ansioso para realizar sua primeira grande apresentação, manteve-se confiante ao interpretar um padre em uma das apresentações para a comunidade. 

“Cheguei ao Espaço de Desenvolvimento indicado pelo meu primo, e hoje sou eu que não quero mais sair. Ter um professor amigo faz toda diferença”, conta Felipe.

Além de manter os estudantes envolvidos com atividades educacionais e culturais, os educadores sociais trabalham noções de respeito, disciplina e organização.

“É muito gratificante quando você vê o avanço do aluno. Quando, a partir do seu trabalho, ele adquiri outras potencialidades e desenvolturas”, destaca Sérgio Sental, professor de Teatro.

As inscrições para o projeto acontecem semestralmente. Para participar, basta ser aluno da rede. Uma parte dos alunos chega através encaminhamentos feitos pelas próprias unidades escolares e conselhos tutelares do município. Todo material, assim como os uniformes usados nas atividades, são fornecidos gratuitamente pela prefeitura.

Fonte: ASCOM/Prefeitura de Itaboraí 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.