Sindmóveis Bento Gonçalves estreia no ISaloni com projeto de exportação do design nacional

253

Resultado de uma parceira com a Apex-Brasil, mostra do Projeto Raiz terá produtos assinados por nove estúdios brasileiros

O Sindmóveis Bento Gonçalves fará neste ano sua estreia no Salão Internacional do Móvel de Milão (ISaloni), que acontece entre os dias 12 e 17 de abril, na Itália. A entidade terá um espaço de 100 metros quadrados para a mostra do Projeto Raiz, iniciativa desenvolvida em parceria com a Apex-Brasil para promover a exportação do design brasileiro. Serão apresentados, neste local, produtos de nove estúdios nacionais: Bruno Faucz, estudiobola, Guto Indio da Costa, Jader Almeida, Juliana Llussá, Marta Manente, Paulo Alves, Ronald Scliar Sasson e Sérgio Fahrer;

Além disso, o Projeto Raiz terá um espaço de relacionamento na mostra Brazil S/A. Neste ambiente, também estarão presentes o DW! São Paulo Design Weekend e a High Design – Home & Office Expo, feira de tendências, inovações e lançamentos em mobiliário de alto padrão, que estreia em agosto deste ano como âncora do festival brasileiro. São esperados para os seis dias de evento mais de 300 mil visitantes profissionais de 160 países.

Mais sobre o Projeto Raiz

O Projeto Raiz é uma iniciativa do Sindmóveis Bento Gonçalves e da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para impulsionar as exportações do design nacional. O Projeto representa o braço do design dentro do Projeto Orchestra Brasil, desenvolvido desde 2006 pela Apex-Brasil e pelo Sindmóveis.

Bruno Faucz

Bruno Faucz Poltrona Trentini OK
Poltrona Trentini. Imagem: Divulgação

O designer Bruno Faucz percorreu todo o Brasil para pesquisar aspectos ligados ao “momento de compra”. Em 2013, iniciou seu próprio estúdio, que é baseado em três pilares: mercado, indústria e design. Para Milão, ele leva a poltrona Trentini, fruto de um estudo de proporções que tem como ideia principal um desenho com poucas linhas. A visão lateral da peça mostra, basicamente, um retângulo de metal cortado por uma estrutura em L que formam o encosto e o assento. Os materiais foram usados em volumes e proporções, com intuito de tornar o produto harmonioso – desde a espessura do metal ao estofamento, madeira e cintas de couro nas costas, assim como as fivelas das cintas.

 

 

Estudiobola

estudiobola Mesa lateral Balloon OK
Mesa lateral Balloon. Imagem: Divulgação

O estudiobola está prestes a abrir uma unidade em Milão, e a participação no iSaloni com designers convidados é o pontapé inicial dessa atuação, que também vai representar profissionais brasileiros parceiros. Fundado em 2000 pelos arquitetos Flavio Borsato e Maurício Lamosa, o estúdio tem mais de 700 itens em seu portfólio. Mas as cadeiras são as paixões do estudiobola, o que poderá ser visto no iSaloni. Serão apresentadas na feira três novidades na linha de mobiliário e peças de decoração em madeira: as linhas Balloon e Viki e a cadeira Bia. Na linha de estofados, os lançamentos são o Sofá Drops, o Sofá Play e a Poltrona Fat.

 

 

Guto Indio da Costa

indio da costa desgin collection
Desgin collection. Imagem: Divulgação

Com uma proposta inovadora para o segmento de estofados, o designer Guto Indio da Costa apresenta em Milão sua primeira linha de sofás, com estrutura modular de metal e traços contemporâneos, leves e arrojados. A nova série de Guto inclui poltrona e sofás de dois e três módulos, em versões simétricas ou assimétricas, o que permite diferentes combinações. A estrutura metálica parece flutuar e possibilita novos parâmetros na percepção de leveza, na redução de volume e na forma de construir os estofados. Forradas de couro, com corte a laser de alta precisão, as chapas de metal têm bordas aparentes, finalizadas com cadarços de couro. Os sofás marcam a estreia da assinatura Indio da Costa Design Collection, linha de produtos mais exclusivos e sofisticados do designer, produzidos em menor escala.

Jader Almeida

jader almeida cadeira clad OK
Cadeira clad. Imagem: Divulgação

Os produtos de Jader Almeida selecionados para o iSaloni demonstram o design nacional em um posicionamento global. Dentre as peças apresentadas, estão os lançamentos Clad e Twist, onde é possível perceber o traço fluido, a essência das formas, os cheios e vazios, as torções e curvaturas além de arestas afinadas no limite da resistência da madeira. A forma da cadeira Clad e da mesa de centro Twist desmascara a obsessão de Jader Almeida sobre os detalhes. Seu processo de manufatura faz parte de um sistema híbrido de produção, em que máquinas de comando numérico computadorizado (CNC) fazem a usinagem dos componentes, enquanto um minucioso acabamento é executado manualmente. Os produtos são um convite ao toque das mãos e do corpo, com detalhes construtivos apurados que chegam aos limites da madeira, como a lapidação de uma gema.

 

Juliana Llussá

juliana llussa Penteadeira vanitat OK
Penteadeira vanitat. Imagem: Divulgação

Explorando as possibilidades que a madeira maciça oferece, a designer Juliana Llussá utiliza técnicas tradicionais de encaixe na elaboração de sua linha de móveis contemporânea. Os nomes das peças são sempre uma homenagem à origem catalã do lado paterno, como as escolhidas para o iSaloni: o cabideiro Clau e a penteadeira Vanitat. Seu desenho não tem excessos e a essência funcional e ergonômica é o ponto de partida para a criação dos móveis. Todas as peças partem de um mesmo método construtivo: o encaixe, dispensando o uso de parafusos e pregos. O processo de produção e acabamento são dois importantes diferenciais. Toda a produção é acompanhada pessoalmente pela designer e feita quase artesanalmente, com mão-de-obra formada na marcenaria, resultando em móveis com acabamento cuidadoso e refinado: as peças são feitas para durar gerações.

Marta Manente

marta manente poltrona Donaire Plus OK
Poltrona Donaire Plus. Imagem: Divulgação

Com 17 anos de experiência no mercado moveleiro, Marta Manente é a única gaúcha na mostra do Projeto Raiz no iSaloni. Sua participação será com a poltrona Donaire, que revela traços elegantes e tem em si a valorização de pequenos detalhes na personalização da forma orgânica. Pés giratórios de madeira, encosto em multilaminado curvo, cordas de fibra natural trançadas manualmente e assento estofado em linho são alguns dos detalhes exclusivos da peça.

Paulo Alves

A infância no interior e o legado de Lina Bo Bardi, os fundamentos da marcenaria artesanal e a inspiração na arte concretista se misturam na obra do designer Paulo Alves, que completa 20 anos. Os móveis de sua autoria desvendam uma lógica criativa em que a madeira – e suas características naturais e simbólicas – é a protagonista. As formas inspiradas na natureza, sobretudo em estruturas de galhos de árvores, são também uma fonte importante na investigação estética de Paulo, e também um jeito de falar de sustentabilidade através de elementos do afeto coletivo. Na cadeira Atibaia, vencedora dos prêmios de design mais importantes do Brasil, Paulo leva ao extremo o esforço de decodificação dos desenhos orgânicos, lições de engenharia da natureza, buscando apoios mínimos para estruturar o móvel. O resultado é uma linha de peças delgadas, leves, com uma estética marcante.

Ronald Scliar Sasson

As três peças escolhidas por Ronald Scliar Sasson para o iSaloni sintetizam sua obra, marcada pela correlação entre o industrial, com as possibilidades técnicas aliadas à tecnologia de replicação e o apelo contemporâneo de forte impacto visual, apesar do uso de mínimos elementos. O Banco Doop é um banco de alças inspirado no mobiliário de impacto visual dos anos 1970, feito em chapas multilaminadas coladas manualmente. A peça não tem estrutura metálica, nem usa parafusos. A Poltrona Madonna se apoia na vertente minimalista no traço, com pés muito finos e distantes do apoio central. Já a Poltrona De Beers é um projeto com foco no luxo e na simplicidade de encaixes e detalhes. São dois movimentos orgânicos encaixados em um resultado pleno de conceito para uma peça feita em couro natural gelo e placas de latão maciço polido.

Sérgio Fahrer

Os irmãos Sérgio Fahrer e Jack Fahrer apresentam no iSaloni peças inspiradas na organicidade, essência das criações da dupla. Eles trazem à tona a madeira maciça e a madeira curvada para criar algo autêntico e que traduz sua história e trajetória no design brasileiro. A mesa Pião, feita de Tauari torneado que lembra o brinquedo popular brasileiro, causa curiosidade ao olhar do observador por estar em equilíbrio instável, assim como a mesa de centro Tapajós, que tem inspiração nas canoas e parece flutuar na sala de estar. Já a cadeira Toá recebeu o prêmio de ergonomia em Londres pela IDFX.

Serviço:

Mostra Projeto Raiz

O quê: mostra de produtos assinados por designers brasileiros

Quando: 12 a 17 de abril, Milão, Itália

Onde: Estande F16, pavilhão 12

 Projeto Raiz no Brazil S/A

O quê: espaço de relacionamento em parceria com DW! e High Design Expo

Quando: 12 a 17 de abril, Milão, Itália

Onde: Università Degli Studi di Milano – Brazil S/A Pavilion

Fonte: Assessoria de Imprensa Sindmóveis Bento Gonçalves 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.