A arte de aguardar

293

Muitas vezes ignoradas ou deixadas de lado por empresários, as salas de espera são ambientes cruciais para a conquista de clientes, uma vez que são, muitas vezes, a primeira imagem que um visitante pode ter do negócio. Pesquisas apontam que atendimento prestado, desde o primeiro contato do cliente com a empresa, é determinante para sua conquista ou perda. Mostra Olhar Consciente Office apresenta sugestões para os empreendedores

Um bom atendimento ao cliente extrapola a forma como ele é recebido no negócio pela equipe de recepção. De acordo com o estudioso Philip Kotler, um dos nomes mais respeitados da administração e marketing, “todo mundo gosta de ser tratado como alguém importante. Fundamental para a sobrevivência de qualquer empresa, a opinião dos clientes começa a ser formada, muitas vezes, nas salas de espera, onde eles avaliam desde a oferta de um simples café até elementos como beleza, conforto e bem-estar. Segundo arquitetos e designers de interiores, esses são itens obrigatórios para o anfitrião que deseja prestar um atendimento completo e de qualidade.

A opinião dos profissionais ganha ainda mais força com uma pesquisa realizada pela American Society for Quality (ASQ), entidade dedicada aos estudos, práticas e ferramentas destinadas à qualidade atesta essa teoria. De acordo o com levantamento 79% dos clientes abandonam uma empresa pelo modo como se sentiram tratados por ela. Em um recorte nacional, a pesquisa Banho de Loja, divulgada pelo Sebrae no ano passado, aponta que empresários que investiram na aparência de seus negócios registraram um aumento no faturamento calculado entre 12% e 30%.

Para que o empresário não corra esse risco, o arquiteto Daniel di Rezende defende o investimento nas salas de espera e recepções das organizações. “Uma sala de espera é como um cartão de visitas, é onde o cliente tem sua primeira impressão sobre o negócio. Não sou só eu que digo isso. Edmundo Dantas, em seu livro Atendimento ao público nas organizações defende que o atendimento extrapola a cortesia e o tratamento, ou seja, deve acrescentar benefícios a produtos e serviços em busca de surpreender as expectativas do cliente. E isso deve ser feito desde a sala de espera”.

Para o arquiteto, a estética e o conforto tem papéis cruciais para a qualidade da recepção e também para o bem-estar das pessoas. “Os visitantes tem que querer permanecer no local, que deve ter equipamentos para satisfazer todos os seus sentidos. Fontes de entretenimento, uma boa decoração e um espaço para que o próprio cliente se sirva um cafezinho são essenciais. Mais que isso, são pontos de partida para a conquista de clientes”.

Lounge de Entrada (2)-OK
Imagem: Divulgação

Lounge de entrada

Responsável pela composição do Lounge de Entrada da Mostra Olhar Consciente Office, instalada no Nexus Shopping & Business até o próximo dia 27/3, Daniel aplicou esses conceitos em seu ambiente. Para a proposta, inspirada em uma empresária do mercado editorial, o especialista apostou na criação de um ambiente para a sala da diretoria, de modo que fosse, além de moderno, um estímulo à comunicação, o que casa com as necessidades da empresa homenageada. “O ambiente de estar integrado à diretoria serve para dar comodidade e otimizar o tempo dos participantes de uma reunião importante, que geralmente dura horas. Então, em uma eventual pausa para um lanche, eles tem um ambiente agradável em que podem continuar a falar do assunto de uma maneira mais informal. Assim, o assunto não se perde e o cliente se sente valorizado”.

Segundo Daniel, cada cliente possui uma necessidade peculiar, fator que altera inclusive os materiais utilizados na composição do ambiente. “Para advogados e engenheiros, gosto de utilizar granito e mármore, elementos que transmitem solidez e beleza a quem visita o espaço. Para médicos, ambientes com vidros e espelhos fazem com que a ideia de higiene seja mais valorizada. Mensagem, conforto e beleza são três atributos indispensáveis para qualquer sala de espera”, reforça o arquiteto.

Espaço dos parceiros

Também disponível para visitas na Mostra Olhar Consciente Office, o Espaço dos Parceiros é uma sala de espera preparada para receber até 30 pessoas, público do Nexus Shopping e Business. Sofás e poltronas individuais foram espalhados pelo ambiente para prezar o conforto, elemento que em caso de um negócio, pode conquistar os clientes. Quem afirma isso é a designer de interiores que assina o ambiente Beatrice Oliveira, que além disso, quis tornar o espaço despojado e descontraído. “Priorizei uma decoração bonita, com revestimento de gesso em 3D, assentos confortáveis e almofadas para tornar o ambiente mais despojado”.

Para Beatrice, os objetivos primordiais de uma sala de espera são: ser confortável e acolhedora. “Como a pessoa tem que passar um tempo ali, ela precisa se sentir bem. Por isso, fiz uso de TVs para atender a necessidade de entretenimento. É importante que os empresários invistam em ambientes bem estruturados para receber seus clientes ou correm o risco de não passar a credibilidade que o seu negócio exige e merece”, reforça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.