Moradias populares de Itaboraí terão acessibilidade

307

Minha Casa, Minha Vida  terá 150 unidades adaptada para pessoas com deficiência

Das 3 mil moradias populares em construção no Bairro Esperança (antiga Reta), em Itaboraí, pelo menos 150 estão sendo totalmente adaptadas para pessoas com deficiência.

ITABORAI - CASA
Obras de construção Minha Casa Minha Vida da Reta. Foto: Sandro Giron

A construção, realizada com verbas do programa Minha Casa, Minha Vida, tem previsão de conclusão para o segundo semestre de 2016. Nesta semana, uma equipe da Secretaria Municipal de Habitação e Políticas Sociais fez uma vistoria técnica em alguns dos imóveis adaptados do Residencial Viver Melhor Itaboraí, que começou a ser erguido no início de 2013.

Além de rampas de acesso, todas as portas e passagens de um cômodo para outro de cada apartamento estão sendo construídas com 90 centímetros de largura, 20 centímetros a mais que o convencional. O rol de entrada e os corredores dos blocos terão pisos antiderrapantes e placas podo tátil (para deficientes visuais). Nos banheiros serão instalados bancos articulados nos boxes, barras laterais de apoio para uso do sanitário e uma área suficiente para manobras dos cadeirantes, entre outras adaptações. Ao todo, o empreendimento tem 150 blocos com cinco andares cada.

Vistoria
Equipe da secretaria de Habitação e Engenheiros fizeram vistoria nos apartamentos do MCMV da Reta. Foto: Sandro Giron

“Todo apartamento de número 103 de cada bloco será adaptado, num total de 150 imóveis. No entanto, as quatro unidades do andar térreo de cada bloco terão estrutura com possibilidade de acrescentar os itens de acessibilidade, principalmente nos banheiros. Ao todo, são 600 imóveis com possibilidade de adaptação futura”, ressalta Walmir Valle, coordenador do cadastramento da Secretaria Municipal de Habitação e Políticas Sociais de Itaboraí. 

Morando de aluguel no bairro Santo Expedito, o cadeirante Jorge Martins, de 45 anos, é candidato a um dos apartamentos. Ele esteve recentemente na Secretaria Municipal de Habitação para atualizar seu cadastro.

“Não vejo a hora de poder entrar na minha própria casa e poder parar de pagar aluguel. Moro sozinho e vivo apenas da pensão por morte de meu pai”, diz Martins. 

Segundo o  secretário municipal de Habitação e Políticas Sociais de Itaboraí, Wolney Trindade, 300 imóveis não entrarão no sorteio, já que serão destinados àqueles que perderam casas em enchentes e em desabamentos, e que hoje recebem aluguel social, além das pessoas que residem em áreas de risco, catadores de lixo e idosos (mulheres com mais de 60 anos e homens com mais de 70).

“Estes grupos de pessoas terão prioridade na ocupação dos apartamentos. Em relação ao sorteio, aqueles que não forem contemplados não devem desanimar, pois já estarão inscritos para um novo programa do Minha Casa, Minha Vida que estamos pleiteando junto ao governo federal, com mais 1.200 moradias”, destaca Wolney Trindade.

Prestação de até R$ 85

Além das moradias, o projeto inclui a construção de duas escolas de Ensino Fundamental, duas creches, uma pré-escola, 12 quadras poliesportivas, dez centros comunitários, dois campos de futebol soçaite, um posto de saúde e um posto policial. Está programado ainda uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e uma Estação de Tratamento de Água (ETA). O beneficiado pagará uma prestação mensal que varia entre R$ 25 e R$ 85 para adquiri um imóvel avaliado em R$ 70 mil. Todos os inscritos têm renda familiar máxima de três salários mínimos.

Cerca de 35% de obra pronta

Maior empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida no Estado do Rio em número de habitações, o Residencial Viver Melhor Itaboraí começou a ser erguido durante a gestão do prefeito Helil Cardozo. Previsto para ser entregue no segundo semestre de 2016, o empreendimento, está com 35% da obra pronta. 

“Já são 1.108 unidades concretadas, com um total de 52 blocos erguidos”, afirma Sarah Ramalho, engenheira de acabamento da Construtora Direcional, responsável pela construção.

Fonte: Ascom/Prefeitura de Itaboraí-RJ

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.