UVA terá quatro projetos apresentados no Circuito Urbano do ONU-Habitat

Riscos climáticos e desastre, saneamento, crise nas moradias acelerada pela covid-19 e habitação e produção agroecológica foram os temas selecionados para integrar a programação

160
Outubro, 2020 – A Universidade Veiga de Almeida (UVA) teve quatro projetos aprovados para o Circuito Urbano 2020, iniciativa criada pelo ONU-Habitat para estimular o debate entre diversos setores da sociedade sobre como tornar melhor a vida nas cidades. O tema central da programação deste ano, que será totalmente online, é “Cidades pós-covid-19: diálogos entre o Brasil e a África lusófona”. Para aproveitar as vantagens da modalidade e aprofundar o intercâmbio de experiências, o Circuito contará com a participação de países africanos de língua portuguesa.

O primeiro projeto da UVA a entrar na programação será o “Circuito Águas Urbanas, Mudanças Climáticas e Risco e Desastre”, no dia 13 de outubro, às 14h. O evento virtual será organizado pelo projeto de Pesquisa e Extensão ‘Que chuva é essa?, programa de monitoramento e prevenção realizado pela UVA em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (CEPED) da Defesa Civil do Rio de Janeiro. Entre os painelistas estarão Cecilia Herzog, presidente do Instituto de Pesquisas em Infraestrutura Verde e Ecologia Urbana (Inverde); Carlos Canejo, professor de Engenharia Ambiental da UVA; Cleyton Martins, pesquisador do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI); e Alexandre Alencar, pós-doutor em Mudanças Climáticas. O painel será moderado por Viviane Japiassú, professora de engenharia ambiental da Veiga e idealizadora do “Que Chuva é Essa?”.

Já no dia 26 de outubro será a vez da mesa redonda “Saneamento é Vida”, que acontecerá a partir das 15h. O objetivo do evento é ampliar a discussão e o entendimento sobre o saneamento em comunidades vulneráveis localizadas nas periferias dos grandes centros urbanos do Brasil e correlacionar com a situação de países africanos lusófonos. A mediação será de Andrea Borges, professora de Arquitetura e Urbanismo da UVA, e contará com a participação de Mario Simão, da Universidade das Periferias do Instituto Maria e João Aleixo, e Patrícia Oliveira, arquiteta que mora e atua em comunidades.

No dia seguinte, 27, às 18h, acontecerá o “Fórum de Arquitetura e Urbanismo, Moradia em Crise (Covid 19)”, que abordará a questão da moradia em áreas urbanas, levando em consideração a crise amplificada pela pandemia. Os palestrantes abordarão a temática do direito à moradia em tempos de crise sanitária. Participarão do webinar os professores da UVA Carlos Murdoch e Edson Maciel. A mediação será de Taisa Carvalho, também da universidade.

“Periferias globais e ações locais: habitação e produção agroecológica no Brasil e Moçambique” encerra a participação da UVA no Circuito Urbano, e acontecerá no dia 30, às 14h. O painel tem o objetivo de debater sobre o acesso à moradia e à alimentação sustentável e de qualidade em espaços periurbanos, ou seja, locais em que as atividades rurais e urbanas se misturam. Participarão do painel Tais Cogo, agente da Comissão Pastoral Da Terra; Joseanair Hermes, gestora de programas da Cáritas; Ediana Lima, diretora do Instituto Politécnico Familiar Rural de Mecuburi; Domingos Manuel e Danilo João Cuamba, engenheiros moçambicanos. A moderação será da professora de Arquitetura e Urbanismo da UVA Letícia Viana.

Todos eventos serão transmitidos pelo canal do Circuito Urbano no Youtube .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.