Uma das líderes europeias em gestão de meio ambiente industrial, Itália é destaque na 18ª edição da FIMAI Ecomondo Brasil

202

 Saneamento e Energia  

Outubro, 2016 – Equipamento para tratamento e reuso de água, geração de energia a partir do lixo e filtros de fumaça são algumas das soluções tecnológicas presentes no evento, que aconteceu em São Paulo

Considerado um dos três países europeus que mais dominam o setor de gestão do meio ambiente industrial, a Itália é um dos destaques na 18ª edição da Feira Internacional do Meio Ambiente (FIMAI), a principal da América Latina, que terminou na semanada passada (6/10) em São Paulo.

A convite da Italian Trade Agency (ITA), cinco empresas do país vieram ao Brasil apresentar soluções e tecnologias inovadoras para o meio ambiente das cidades e para a sustentabilidade das indústrias brasileiras.

O cônsul-geral da Itália em São Paulo Michele Pala, destacou o grande interesse de empresas italianas pelas feiras brasileiras, especialmente as do segmento industrial. “São Paulo é o principal polo da América Latina, parada obrigatória para a busca de novos mercados e oportunidades”, disse.

Segundo Pala, esta expertise foi adquirida no avanço dos programas de reciclagem de lixo e no esforço dos governos em reduzir os aterros sanitários. “As cidades italianas estão acostumadas com a escassez de água e altos custos de energia”, afirmou.

Uma das empresas presentes é a Area Impianti, que fabrica filtros para termoelétricas de carvão para a redução de emissão de poluentes no ar. A companhia se beneficiou do aumento do uso das termoelétricas no país, nos últimos anos, devido à crise do setor hidroelétrico pela falta de chuvas.

“Tratamos a fumaça emitida, diminuindo, consideravelmente, os poluentes, que são enviados para a atmosfera”, explicou Carlos Eduardo de Freitas, gerente comercial da empresa, que já instalou dois escritórios em São Paulo em quatro anos. “Conseguimos bons negócios no Brasil nestes anos e resolvemos implantar alguns escritórios para facilitar a busca de oportunidades em projetos de sustentabilidade”, acrescentou o executivo, de olho também nos mercados sul-americanos para sistemas de cogestão de produção de energia a partir do lixo.

A crescente necessidade de as indústrias implantarem sistemas de reuso, dosagens de sustâncias químicas poluentes na água utilizada nos processos de produção foi a oportunidade de negócios que a Injecta, presente em mais de 80 países, enxergou no Brasil.

A tecnologia é utilizada também em concessionárias no processo de tratamento de água e na produção de piscicultura, nas dosagens de produtos químicos. “As empresas estão com maior dificuldade de captação de água e dos padrões ideais”, apontou Lorenzo Litigante, executivo técnico de serviços da empresa. “Temos preços competitivos até com os dos chineses”.

Giovanni Curci, representante da Idro Group no Brasil, aposta nos sistemas de tratamento de água para regiões ou empresas que tem dificuldade de acesso a isto. “Oferecemos tecnologias móveis e compactas, ideais para pequenas e médias indústrias e comunidades e acreditamos muito neste mercado aqui no Brasil”, explicou.

Já a Ravagnan acredita na tendência do reuso da água a partir da melhoria dos sistemas de tratamento com processos de decantação, clarificação, resfriamento, dosagem de reagentes químicos para empresas principalmente do setor de siderurgia. “Aqui no Brasil nossa expectativa é na reutilização e na entrega de água de qualidade”, apontou João Cotrim, representante da empresa.

Já o interesse da SCT (Sorain Cecchini Tecno) é o tratamento e reaproveitamento dos aterros sanitários no país a partir de sistemas integrados e automatizados que conseguem tratar 36% dos resíduos sólidos destas áreas. “São lixões que se tornaram um verdadeiro problema para as grandes cidades. Por meio da nossa tecnologia, buscamos gerir e minimizar os impactos para o meio ambiente”, disse o diretor da empresa Paolo de Pinto, que aproveitou a presença na FIMAI para conhecer melhor o mercado brasileiro. “Já conseguimos contatos bem interessantes e boas perspectivas de negócio”.

Sobre a Italian Trade Agency

ITA – Italian Trade Agency – www.ice-sanpaolo.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.