Superintendente do BNDES aponta no Enaex setores prioritários para financiamento à exportação

0 173

Rio, agosto, 2017 – Para alavancar as exportações brasileiras, o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) financiará setores estratégicos, como o de serviços e bens de capital. A afirmação foi feita pelo superintendente da instituição, Leonardo dos Santos, durante o Encontro Nacional do Comércio Exterior (Enaex), promovido pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

De acordo com ele, o fomento às exportações no setor de serviços traz benefícios importantes para o país em termos de geração de renda e empregos qualificados. “Talvez essa seja a atividade que mais agrega fornecedores às suas vendas externas. A exportação de serviços, além de fomentar os serviços especializados de engenharia, gera também grande impacto positivo para as vendas de bens para o exterior”, disse.

Roberto Giannetti, vice-presidente da AEB, reforçou a necessidade de incremento do Proex para facilitar as exportações do setor produtivo nacional. “O spread tem que ser competitivo. Temos orçamento pra fazer equalização nos níveis autorizados pela OCDE, mas de forma arbitraria, não quiseram utilizar esse mecanismo no limite do possível. A redução de spreads de equalização implementada em 2015 reduziu significativamente a competitividade dos exportadores de bens de capital. Precisamos ter racionalidade para evitar a perda de competitividade do país”, concluiu.

Sobre o ENAEX

O encontro, o mais importante fórum de diálogo entre empresários e governo, reunirá representantes de toda a cadeia de negócios do comércio internacional para discutir as principais questões que envolvem o setor, com vistas a melhorar a competitividade dos produtos brasileiros.

Estão previstos workshops, painéis e debates sobre os principais temas relacionados ao setor. Os inscritos também terão a oportunidade de participar de despachos executivos e reuniões, assim como visitar a área de exposição com estandes de empresas, entidades, órgãos públicos e mídias especializadas.

Paralelamente ao evento, ocorrerá a reunião do Conselho de Comércio Exterior do MERCOSUL (MERCOEX), formado pelas coirmãs da AEB no âmbito regional: CERA (Câmara de Exportadores de La Republica Argentina), UEU (Unión de Exportadores delUruguay) e CIP (Centro de Importadores delParaguay).

Sobre a AEB

A Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) é uma entidade privada, sem fins lucrativos e de âmbito nacional, que representa o segmento empresarial de exportação e importação de mercadorias e serviços, bem como as atividades correlatas e afins. Fundada em 20 de agosto de 1970, a AEB tem como principal objetivo atuar junto aos órgãos públicos e privados pela adoção de medidas que favoreçam a expansão competitiva e sustentável do comércio exterior. Também busca promover a aproximação de todos os elos da cadeia de negócios com fins de estudos técnicos, cooperação e defesa dos interesses e objetivos comuns, visando ao desenvolvimento econômico e social do país.

Fonte: Imprensa/ENAEX

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.