Sanea Rio lança filme para debater “tempo seco” na captação de esgoto

Seminário de saneamento e meio ambiente revela sistema que contribui com a vazão de água por meio de redes já existentes

200

O SANEA-Rio — Seminário Estadual de Saneamento e Meio Ambiente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental — Seção Rio de Janeiro (Abes-Rio) lança filme em animação para destacar a solução de captação de esgoto pelo sistema tempo seco e a necessidade de discutir políticas para despoluir importantes corpos hídricos fluminenses, para contribuir com o avanço no tratamento de efluentes no Brasil. O evento será realizado nos dias 13 e 14 de abril, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

A animação mostra que mais de 95 milhões de brasileiros não têm acesso a tratamento de esgoto e faz um chamamento para discutir tecnicamente o tempo seco. A previsão é de que nos próximos cinco anos sejam feitos investimentos de R$ 2 bilhões para acelerar a implantação desse sistema, proporcionando melhorias imediatas dos corpos hídricos na Baixada Fluminense, a exemplo da Baia de Guanabara.

Para que o dinheiro seja bem investido e não seja apenas uma tentativa frustrada de revitalização das águas, o Sanea Rio reunirá autoridades econômicas, legislativas, técnicas e players do setor para debater o tempo seco, técnica que utiliza as redes fluviais para captação de esgotos, e esclarecer: como será feita a retirada dos resíduos do sistema de drenagem; quem fará o monitoramento da intensidade de chuva e o nível para transbordamento; como incluir os custos no planejamento das concessionárias; e em que circunstancias a captação poderá ser considerada de maneira transitória ou complementar.

Serviço: 1º SANEA-Rio — Seminário Estadual de Saneamento e Meio Ambiente
Link do filme de animação: 

Data: 13 e 14 de abril

Tipo de evento: Online e presencial

Local: Sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.