PACTORJ libera 7,4 bilhões de investimentos em obras de infraestrutura no estado do Rio de Janeiro sinaliza bons ventos para grandes negócios e empregos

182

Agosto, 2021 – A infraestrutura é a grande estrela do Programa PactoRJ, anunciado nesta sexta-feira (13/08) pelo governador Cláudio Castro. Entre os projetos que serão desenvolvidos estão a construção de unidades habitacionais, reforma de conjuntos, recuperação urbanística de municípios, conclusão das obras da nova sede do Museu da Imagem e do Som e as intervenções necessárias para a retomada do Teleférico do Alemão.

De um total de R$ 17 bilhões que serão investidos no PactoRJ, em três anos, R$ 7,4 bilhões estão destinados a 11 projetos de infraestrutura. O governador lembrou que esse é um projeto que mira no futuro, não apenas em seu governo. Cláudio Castro ressaltou que o programa será um divisor de águas no Estado.

‘É hora de união. O PactoRJ significa olhar para todos, ouvir os diferentes pontos de vista e enfrentar com coragem nossos desafios. É um pacto pelo crescimento econômico, pela geração de empregos, pelo enfrentamento à pobreza. É um pacto em nome de um futuro que seja melhor para todos nós. Não há uma cidade sequer que não esteja contemplada. Tenho plena convicção de que o Rio de Janeiro do amanhã nasce hoje aqui’, afirmou o governador.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra), Max Lemos, adiantou que esse é um resgate importante que o governador está fazendo. Há muita demanda reprimida há décadas nos municípios e essa é a hora de garantir mais qualidade de vida à população fluminense. As obras serão executadas com recursos do orçamento estadual e do leilão da Cedae.

‘São obras que a população espera há muitos anos. O governador Cláudio Castro e o presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano, pedem para que atendamos com carinho todos os municípios, porque estamos num momento ímpar, com recursos e a vontade política de transformar a realidade de nosso estado’, frisou Max Lemos.

Na área da habitação, serão construídas 7.340 unidades, com investimento de R$ 775 milhões, atendendo 30 mil pessoas e com expectativa de geração de 16 mil empregos, entre diretos e indiretos. Também serão investidos R$ 250 milhões na reforma de 60 conjuntos, em todo o estado, beneficiando 72 mil pessoas e gerando 14 mil empregos.

Em apoio às cidades serão desenvolvidos projetos de recuperação urbanística, com drenagem, construção de praças, ciclovias, passarelas, entre outros. A expectativa é de investir R$ 1,8 bilhão, gerando 5.800 empregos.

Projetos Especiais

Estão com a Seinfra também projetos de grande importância para a cultura e a mobilidade urbana na capital. A retomada do Teleférico do Alemão, construído em 2011 para atender as comunidades do complexo e parado desde 2016, prevê a recuperação das estações de energia e dos cabos de tração, assim como a reforma das seis estações, com investimento de R$ 80 milhões.

Na área cultural, um dos mais emblemáticos projetos é a nova sede do Museu da Imagem e do Som (MIS), na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. A obra, parada desde 2016, deve ser retomada nos próximos meses e a previsão da conclusão das intervenções é de um ano, a partir do início efetivo das obras. O investimento será de R$ 54 milhões, em sete licitações que têm como foco o sistema de combate de incêndio, iluminação cênica e sonorização, entre outros. Segundo estudos do governo estadual, a expectativa é de que o MIS receba anualmente 810 mil visitantes.

Fonte: Governo do Estado do Rio de Janeiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.