Novo guia de instalações hidráulicas traz 99 dicas para profissionais e leigos

Livro "Como se faz" apresenta de forma didática soluções simples de projeto, execução, operação e manutenção das instalações.

178
A editora Blucher acaba de lançar Como se faz – 99 soluções de instalações hidráulicas e sanitárias . Voltado para engenheiros, arquitetos, projetistas, profissionais da construção civil e até mesmo leigos no assunto, o livro traz dicas e explicações didáticas sobre o tema. A obra aborda desde questões simples, como a instalação de máquina de lavar e a escolha de um sifão, até problemas mais complexos, como a detecção de vazamentos em tubulações de esgoto e o uso racional de água nas edificações.

“É um guia prático que foi desenvolvido com a finalidade de apresentar soluções referentes a projeto, execução, desempenho, manutenção corretiva, preventiva e de urgência em instalações hidráulicas e sanitárias. Tudo isso evidenciando a importância das normas brasileiras que regem cada assunto”, explica Roberto de Carvalho Junior, autor da obra.

Este é o sexto livro de autoria de Carvalho Junior sobre instalações hidráulicas e sanitárias, todos publicados pela editora Blucher. Professor de instalações em faculdades de engenharia e arquitetura há 30 anos, Como se faz é sua primeira publicação voltada para um público mais abrangente e com foco em questões cotidianas.
“O livro tem esse viés interessante, quanto mais gente souber como fazer, melhor. Até mesmo para uma pessoa completamente leiga no assunto; ela não vai virar uma instaladora hidráulica, mas vai saber quais cuidados deve ficar atenta seja em manutenção ou reparos”, ressalta.

Para profissionais da área, o guia oferece parâmetros técnicos importantes para se evitar erros que podem comprometer as edificações. “As instalações hidráulicas e sanitárias são parte importante de qualquer construção e também a principal causa de patologias em edificações. E por que isso? Porque não se dá a importância necessária para o projeto destas instalações, muitos consideram um projeto secundário”, diz.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.