Minha Casa Minha Vida: Na réplica de sua casa de infância, Lula lembra lição de esperança de Dona Lindu

23

Em diversos momentos de sua vida, Euridice Ferreira de Melo, nascida em 1915 em Garanhuns (PE), não tinha sequer um bocado de feijão para colocar no fogo para os oito filhos comerem. Mulher de fibra, Dona Lindu nunca se desesperava: “A minha mãe dizia: meu filho, amanhã vai ter, amanhã vai ter! Eu nunca vi […]

Na última quarta-feira (20), Lula reviveu essas memórias com muita emoção ao visitar uma réplica da casa simples em que passou os primeiros anos de sua infância. Localizada em Caetés, em Pernambuco, o imóvel tem pouco mais de 30 metros quadrados divididos em três pequenos cômodos, e foi reconstruído com auxílio de amigos e primos do ex-presidente que ajudaram com as referências de como a casa costumava ser.

Eu sei que é o sofrimento, eu quando vejo uma pessoa na rua eu sei o que essa pessoa está passando. Quando eu vejo uma mulher com criança na calçada pedindo esmola, eu sei o que ela está passando. Então, é essa causa que me move na política.

O fogão a lenha, o chão de terra batida, o colchão de palha, o candeeiro e os móveis de madeira ajudam a compor o cenário de como era a vida na região na década de 1950, quando a família se mudou para São Paulo em um pau de arara. O projeto da casa, uma homenagem idealizada pelo PT de Pernambuco, teve início em maio e substitui uma réplica feita no início dos anos 2000 e que não resistiu à ação do tempo.

Foi ali que, agora, Lula plantou um pé de mulungu, árvore que remete a seus tempos de criança. “A ideia é reproduzir uma réplica que existia antes da casa original onde Dona Lindu morou com os filhos e o esposo. Reconstruindo essa réplica, estamos reconstruindo parte da história do Brasil”, conta Eraldo dos Santos, primo de Lula.

Fonte: lula.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.