Mais fabricante e menos distribuidora, Cetec completa 24 anos

191

Empresa lidera o fornecimento de máquinas para pintura industrial no Brasil

Junho, 2017 – Líder em equipamentos para pintura industrial, a paulistana Cetec completa 24 anos este mês. Entre os motivos para comemoração além da incomum longevidade para uma empresa brasileira, destaque para o fato de que a Cetec está conseguindo driblar a crise econômica. A receita? Combinar uma robusta estrutura de fabricação local com um crescente número de revendedores, o que garantiu um aumento de quase 100% nas vendas neste primeiro semestre em comparação ao igual período do ano passado. 

ETEC
Vista de um dos corredores da fábrica da Cetec. Créditos: Divulgação

“De início, uma parte significativa do nosso negócio concentrava-se na distribuição de equipamentos importados. Nos últimos anos, porém, investimos no desenvolvimento dos nossos próprios modelos. Com isso, conseguimos ampliar o leque de potenciais clientes, que passaram a ter acesso a produtos com qualidade internacional, mas com preços ajustados à realidade do Brasil”, afirma Eduardo Cernic, diretor da Cetec.

Ao fortalecer o seu perfil de fabricante, a Cetec ajudou, por exemplo, a popularizar a pintura airless – tecnologia em que a tinta é pulverizada sob alta pressão. “Com cerca de R$ 3 mil, o pintor adquire um SM-10, equipamento que chamamos internamente de ‘meu primeiro airless’”. A máquina permite que o profissional pinte uma área de 1 mil m² em um único dia. Com rolo e pincel, são raros os pintores que cobrem 200 m² no mesmo espaço de tempo. Graças ao sucesso do SM-10 – está presente na lista dos mais vendidos nos últimos dois anos –, a Cetec lançou na sequência o SM-10 Plus Black Edition, equipamento mais robusto e com capacidade para aplicar 2,2 l de tinta por minuto.

“Ainda distribuímos as máquinas airless da norte-americana Titan e da europeia Exel Kremlin Rexson & Sames, negócios que representam atualmente pouco menos de 40% da nossa operação de pintura líquida”, calcula Cernic, lembrando que a empresa ainda entrou para valer, este ano, no segmento de demarcação viária, com o lançamento na última Feicon da Tecline. “É mais um projeto desenvolvido totalmente dentro de casa”.

O segmento de pintura a pó também foi beneficiado pelas melhorias que a Cetec tem feito na sua estrutura fabril – a empresa dispõe, por exemplo, de uma impressora 3D voltada à fabricação de protótipos. “Os novos displays das máquinas Unique Plus fornecem ao pintor todas as informações sobre as regulagens. Isso melhora o desempenho da máquina e reduz o consumo de tinta”. Também é possível, na pistola, ajustar a tensão e a corrente elétricas, fora que a máquina dispõe de uma base vibratória, dispositivo que aumenta a velocidade durante o processo de troca de cor. “É o único equipamento brasileiro do gênero a contar com tecnologias como essas”, observa o diretor da Cetec.

Expansão da rede

Para dar vazão aos lançamentos que não param de sair da fábrica, o departamento comercial da Cetec saiu à procura de novos revendedores. O movimento tem dado resultado, e os equipamentos da Cetec já podem ser encontrados em 81 endereços em todo o Brasil – eram 50 há um ano.

Apenas nos últimos meses, acordos de distribuição foram firmados com a Tintas MC, Tintas Verginia, Casa do Pintor, Amarelinha Tintas, Baratão das Tintas, Tintas Royal, Tintas 3 de Maio e Tintas Palmares. “Pretendemos fechar o ano com pelo menos mais 30 endereços na nossa rede de distribuidores”, completa Cernic.

Detentora do certificado de qualidade ISO 9001, a Cetec já forneceu mais de 20 mil máquinas para 10 mil clientes em toda a América do Sul.

Mais informações em www.cetecindustrial.com.br

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.