#Lula 2022: “Para consertar o que foi destruído será preciso fazer 50 anos em 4”, diz Lula

82

Abril, 2022  Em conversa ao vivo na manhã de hoje com youtubers e jornalistas da mídia independente, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ser preciso muito trabalho para consertar o que foi destruído pelo governo Bolsonaro. Citando a famosa frase de Juscelino Kubitschek, Lula deu a dimensão do desafio de reconstrução do Brasil. “Penso que nós temos condições de constituir uma força política grande para reconstruir a democracia. Vamos ter que trabalhar muito. Juscelino falava em fazer 50 anos em cinco, vamos ter que fazer 50 em quatro. Recuperar o que foi destruído é tarefa mais difícil”, afirmou.

Ele afirmou que o Brasil passa por momento delicado, em situação de total desgovernança e que é preciso constituir não uma candidatura, mas um movimento para restabelecer a democracia no país.

O ex-presidente elencou retrocessos em diferentes frentes, como nas áreas ambiental e trabalhista, e voltou a defender uma reforma trabalhista que considere a atual realidade do mercado de trabalho, mas que garanta direitos básicos ao trabalhador, como férias, descanso semanal remunerado e seguro saúde, por exemplo.

Segundo ele, a ideia não é voltar ao que era em 1943, quando da criação da CLT, mas desenhar um novo modelo adequado à realidade atual, na qual muitos trabalhadores, como os de aplicativos, atuam praticamente como escravos de patrões que sequer conhecem. “Vamos ter que discutir e fazer mesa de negociação que envolva trabalhadores, empresários, governo e universidades para pensar um novo modelo de relação entre capital e trabalho nesse país”.

O ex-presidente criticou a postura do presidente Jair Bolsonaro, que não conversa com os setores da sociedade e governa por decretos, e disse que o Brasil precisa de um governo que cuide do povo. “Esse país precisa ser cuidado. Nossas florestas têm que ser cuidadas, nossa água tem que ser cuidada, nossas riquezas minerais têm que ser cuidadas, nosso povo tem que ser cuidado, nossos índios têm que ser cuidados, nosso povo negro tem que ser cuidado, nossas mulheres têm que ser respeitadas.”

Segundo ele, é preciso de um governo que envolva a sociedade para ajudar a definir os rumos, que tenha um mínimo de tradição humanística e democrática e que seja fraterno e solidário. “Um governo que tenha sentimento de fraternidade e solidariedade, palavras que o atual governo não combina e não quer ter nenhuma relação com essas palavras.”

Lula disse que o atual presidente não trata das coisas importantes que um presidente deve tratar e vive no mundo das fake news que inventou para governar. “Ele não trata de crescimento, não trata de desenvolvimento econômico, não trata de aumento salário. Ele efetivamente não trata de economia, não trata da relação com entidades. Vai completar quatro anos e nunca se reuniu com movimento sindical, nunca se reuniu com movimento social, nunca se reuniu com empresários, governadores, prefeitos, nunca se reuniu com ninguém. Ele vive no mundo das fake news. Vive no mundo da mentira que ele construiu para governar.”

FONTE: lula.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.