Grupo Amazonas abre espaço para inovação

179

Empresa inaugura ambiente especialmente desenvolvido para estimular a criatividade entre funcionários, clientes e fornecedores, com o objetivo de buscar melhorias e abrir novas frentes de negócios

Maio, 2017 – Inovação não depende somente de conhecimento técnico. Um ambiente propício à criação é fundamental para a evolução dos negócios e para despertar a motivação entre os colaboradores. Com essa premissa, o Grupo Amazonas colocou à disposição de seus funcionários a Sala de Inovação, desenvolvida para estimular a criatividade de forma distinta das atividades rotineiras. Inovação em produtos, processos e serviços é uma das bases da companhia desde sua fundação.

AA GRUPO AMAZONAS
Grupo Amazonas abre espaço para inovação. Divulgação

O objetivo é incentivar percepções diferenciadas, com foco em novos projetos, processos, produtos, enfim, tudo o que levar a melhorias e inovações ao escopo de atuação da empresa. Colaboradores de todos os departamentos podem utilizar o espaço – inclusive em horário de almoço ou após o expediente – que também é acessível a clientes e fornecedores. A intenção é que o ambiente esteja sempre em atualização, para que novos estímulos sejam apresentados e possam tirar os usuários de sua zona de conforto de forma leve e agradável.

A ideia surgiu em 2016, integrada ao projeto PMO – um portfólio de projetos em diferentes áreas da empresa, abrangendo diversas funções e competências. A Sala de Inovação foi desenvolvida em apenas três semanas por funcionários das áreas de pesquisa, desenvolvimento, financeira, gestão de pessoas, engenharia, assistência técnica, contabilidade, limpeza e produção. “Hoje o Grupo Amazonas possui diversas plataformas de negócios e a intenção com esse ambiente é potencializar a cultura inovadora da empresa, buscando novas áreas de negócios, alinhadas à visão estratégica da companhia”, afirma Ernesto Rezende, Gerente de Projetos – PMO.

Proatividade e sustentabilidade como destaques

Na Sala de Inovação, os visitantes poderão consultar livros e revistas e terão acesso a revistas virtuais científicas, além de terem reuniões, discutir ideias e tratar de questões relevantes em todas as etapas de um projeto.

Um dos diferenciais do espaço é que ele foi estruturado pelos funcionários, a partir de materiais reciclados, da própria empresa. Para a confecção da mesa de reunião foi utilizada uma plataforma de descarga da Transportadora Painel (empresa do Grupo Amazonas); os bancos foram feitos de paletes reaproveitados, com almofadas em tecido de coleções antigas e enchimento de aparas de borracha moída; uma grade de proteção de prensa desativada se transformou em estante para exposição de produtos; para cadeiras de descanso foram reaproveitados tubos de PVC utilizados em testes hidrostáticos de colagem com adesivo PVC; pufes foram produzidos com tambores de matérias-primas; carretel de cabo elétrico se transformou em banco; vidros de salas desativadas viraram lousas; revisteiros, caixas e prateleiras foram criadas com a utilização de paletes.

Para a confecção do mobiliário foram utilizados, ainda, produtos do portfólio do Grupo Amazonas, como Fixa Tudo, Cola de Contato, Cola branca, solventes e silicones. Para o Gerente de Gestão de Pessoas, o mais importante deste projeto é despertar entre os colaboradores a importância de pensar suas atividades de forma mais ampla e torná-los mais proativos. “O desenvolvimento da empresa é intrínseco ao desenvolvimento dos colaboradores, clientes e fornecedores”, observa Tarcisio Maniglia, Gerente de Gestão de Pessoas.

Para mais informações acesse: www.amazonas.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.