GEMÜ lança válvula borboleta capaz de suportar pressão de até 40 bar

Chega ao Brasil a GEMÜ R471 Tugela, equipamento com estanqueidade assegurada sob temperaturas de até 230 oC

199

Existem equipamentos fabricados para condições normais de pressão de fluidos – em outros casos, o material precisa enfrentar temperaturas e pressões muito elevadas e manter a estanqueidade, ou seja, impedir vazamentos sob qualquer condição.

Foi pensando nisso que a GEMÜ trouxe ao Brasil a válvula borboleta R471 Tugela biexcêntrica. Esse lançamento da multinacional alemã já foi operado e aprovado na Europa e Ásia, e agora está disponível em todo o mundo.

A válvula borboleta GEMÜ Tugela possui construção excêntrica dupla, e é essa característica que lhe confere alto desempenho: é possível utilizá-la sob pressão de até 40 bar ou temperaturas de até 230 °C.

“Para que isso seja possível, ela foi desenhada de forma única. Na abertura, o disco da válvula separa-se diretamente do assento de vedação, reduzindo assim o desgaste e, consequentemente, aumentando sua vida útil”, explica o gerente geral de vendas da área industrial da GEMÜ, Mateus Souza.

“Outra vantagem importante é a simplicidade e baixo custo para manutenções, pois a válvula Tugela permite ajustes no próprio local em que está instalada”, explica o engenheiro. “Com o parafuso de fixação junto ao flange de atuador, é possível ajustar o pacote de gaxetas no eixo, garantindo maior confiabilidade e maior vida útil ao conjunto válvula/atuador. Devido à sua forma construtiva, o torque para operação é significativamente reduzido.”

Outras características da válvula borboleta GEMÜ R470 Tugela são a segurança de descarga do eixo que serve como medida de segurança adicional no caso de quebra, além da vedação melhorada graças a um design otimizado do disco, na forma de uma esfera.

“Além disso, a válvula GEMÜ R470 Tugela possui uma mola antiestática para a utilização em Atmosfera Explosiva (ATEX), e um anel de assento TFM muito resistente, garantindo sua utilização segura numa faixa de temperatura ampla”, detalha Mateus Souza.

Abertura simples e vida útil prolongada

Saiba mais sobre as características técnicas das linhas de válvulas borboleta da GEMÜ:

  • Concêntrica (GEMÜ Victoria): o ponto giratório encontra-se no centro do assento da válvula, com a vedação principal interrompida pelo eixo.
  • Excêntrica simples: a vedação principal encontra-se deslocada em relação à linha central do eixo e, portanto, não há interrupções nos 360° de circunferência de vedação.
  • Tugela Biexcêntrica: a linha central do eixo encontra-se deslocada para fora do eixo da tubulação, de modo que o centro do eixo fica ligeiramente deslocado em relação ao centro da tubulação.

Produção e vendas de equipamentos em todo o mundo

O Grupo GEMÜ desenvolve válvulas, sistemas de medição e controle para líquidos, vapores e gases. No caso das soluções para aplicações estéreis, a empresa é líder mundial de mercado. No ano de 2020, o grupo empresarial atingiu um faturamento acima de 330 milhões de euros e conta atualmente com mais de 1.900 funcionários em todo o mundo. A produção é realizada em seis locais: Alemanha, Suíça, França, China, Brasil e EUA. A venda e distribuição é realizada nas 27 filiais, e, por meio de uma densa rede de parceiros comerciais, a GEMÜ opera em mais de 50 países, em todos os continentes. Em 2021, a GEMÜ do Brasil completa 40 anos.

Fonte: GEMÜ

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.