Falta de manutenção é o principal fator que compromete as estruturas de prédios

0 255

Levantamento do Ibape/SP conclui que 66% das prováveis causas e origens dos acidentes em imóveis estão diretamente relacionados à deficiência ou à ausência de manutenção

Outubro, 2017 – De acordo com o Instituto Brasileira de Avaliação e Perícias em Engenharia de São Paulo (Ibape/SP), cerca de 80 a 90% dos imóveis que não passam por revisão tem algum problema de segurança, estado de conservação, manutenção, desempenho, exposição ambiental, utilização e operação.

Um dado que contribui para chamar a atenção do tema foi levantado pela Câmara de Inspeção Predial do Ibape/SP. Após avaliar a relação de causa e efeito de acidentes envolvendo construção civil, o órgão concluiu que a falta de manutenção é o principal fator que compromete as estruturas de prédios.

O levantamento conclui que 66% das prováveis causas e origens dos acidentes estão diretamente relacionados à deficiência ou à ausência de manutenção. Também se enquadra nesse percentual o mau uso das estruturas, que leva à perda precoce de desempenho, causando deterioração acentuada. Os 34% dos acidentes analisados pelo Ibape/SP resultaram do que é determinado como vícios construtivos.

“A maioria das edificações do país não seguem as normas, por isso temos tantos problemas. Após cinco anos de uso, todo empreendimento deve fazer um check-up preventivo para detectar possíveis anomalias. Entretanto o brasileiro não tem a cultura da manutenção e são poucos os síndicos que fazem o acompanhamento”, revela a engenheira civil Rejane Saute Berezovsky, diretora do Ibape/SP.

Além de preservar o imóvel e também os usuários, a inspeção predial auxilia na gestão condominial (síndico e administradora), quando elaborada dentro de uma periodicidade com a finalidade de atestar e verificar a evolução do estado de conservação do imóvel, além de auxiliar a boa manutenção. “O laudo de Inspeção Predial apresenta prioridades. Isso proporciona ao síndico subsídios para a tomada da decisão e garante uma manutenção mais eficiente e menos onerosa”, explica Rejane.

Sobre a norma de inspeção predial: O Ibape/SP estuda o tema há mais de 20 anos e desenvolveu norma técnica, publicou livro sobre o assunto, dentre outros documentos técnicos. Para a realização da inspeção predial, portanto, recomenda-se emprego da Norma de Inspeção Predial, disponível no site  www.ibape-sp.org.brPor fim, é importante destacar que o trabalho técnico é realizado por profissional habilitado (engenheiro ou arquiteto), especialista e capacitado para a função. A Inspeção Predial é apresentada ao contratante na forma de relatório. Esse documento segue diretrizes mínimas, em observância à Norma Técnica ABNT NBR 13752 e à Norma Específica do Ibape/SP, citada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.