Exto e Capezio unidas em prol da ONG Florescer

168

Comandada por Karina e Nadia Bacchi, a instituição terá sala de ballet, a partir de 21 de novembro, para beneficiar mais de 250 crianças da comunidade Paraisópolis, no Morumbi

No dia 21 de novembro – Exto Incorporação e Construção e Capezio entregam oficialmente uma sala de ballet exclusiva e completa à ONG Florescer, que fica instalada no Morumbi e foi fundada por Nadia Bacchi e tem como embaixadora sua filha, a atriz Karina Bacchi. As empresas se uniram para arquitetar e construir o espaço de dança que passa a agregar a grade de atividades da instituição sem fins lucrativos, que oferece a mais de 850 crianças de 06 a 16 anos da comunidade de Paraisópolis, aulas de computação, inglês e espanhol, música, esforço escolar e até mesmo ocupação e estímulo para suas mães, com o projeto ‘Recicla Jeans’.

bachhi
Karina Bacchi, com crianças da ONG Florescer. Foto: Divulgação

As aulas de ballet, que antes eram realizadas em uma sala comum por 130 crianças, agora terão uma verdadeira estrutura para as interessadas na arte, que não param de chegar. “Com a expansão da sala, já duplicamos o número de inscritas. A comunidade está aguardando com muita ansiedade”, diz Nadia, que realiza com a iniciativa de Exto e Capezio um grande sonho, já que agora poderá levar mais cultura e infraestrutura para a comunidade. Na segunda-feira, às 10h30, a Sala Exto-Capezio será entregue em um evento para 25 crianças, com apresentação da bailarina profissional Giovanna Puoli ao som da consagrada pianista Juliana D`Agostini. Uniformizadas pela Capezio, as mini bailarinas ainda aprenderão alguns passos diretamente com Giovana e poderão aproveitar um delicioso café oferecido pela Ms. Chocolate.

A nova sala, de 55m2, recebeu projeto civil, elétrico e arquitetônico da equipe de engenharia da Exto e incluiu uma série de itens, como: armário com nichos, espaldar, porta c/ fechadura, ventilador, bancos, luminárias, fez reforma de banheiro com piso em porcelanato, entre muitos outros detalhes, tudo para melhorar a experiência das crianças durante a prática de ballet. “Pegamos uma sala praticamente vazia e aplicamos aquilo que fazemos melhor: construir sonhos! Deixamos a sala linda e funcional para os alunos da ONG. Em 25 dias e com muitos colaboradores empenhados, entregamos um projeto que irá beneficiar cada vez mais o presente e o futuro de nossas crianças”, diz Roberto Matos, Presidente da Exto, que realiza a ação dentro de seu projeto social ‘Exto Mãos à Obra’, que beneficia cidades, pessoas e animais com diversas e constantes iniciativas para a melhoria da sociedades e seus bairros. Já a Capezio, que é reconhecida por suas ações beneficentes por meio da dança, incluiu ao projeto da Florescer barras de ballet, espelhos e um piso específico para aulas, chamado linóleo. “Para nós da Capezio, que respiramos dança todos os dias, apoiar um projeto social que consegue resgatar a arte e cultura em crianças e adolescentes, é mais do que motivo de orgulho. Estamos fazendo uma pequena parte para ajudar na transformação social através da dança!”, diz Mariana Capatto, diretora da empresa.

“As mães visitam a ONG diariamente para colocar o nome na lista de espera.”, declara Karina e complementa com um pedido. “Para triplicar, precisamos de mais um dia de aulas e de uma nova professora de ballet“. As aulas acontecem às sextas-feiras de 1h em 1h hora.

A EXTO

A Construtora e Incorporadora EXTO surgiu pelas mãos de quatro amigos engenheiros, entre eles Roberto Matos e Carlos Mauaccad, que continuam a liderar a empresa até os dias de hoje. Ao longo de seus quase 30 anos, a Exto é responsável por mais de 70 prédios e mais de um milhão de metros quadrados construídos no mais alto padrão de qualidade e em bairros disputados da cidade, com residenciais e comerciais pelas regiões de Perdizes, Morumbi, Jardins, Vila Nova Conceição, Pacaembu, Lapa, Vila Olímpia, Vila Romana, e até em Porto de Galinhas, Pernambuco, onde construiu um condomínio de frente para o mar.

Para saber mais acesse www.exto.com.br e www.facebook.com/ExtoIncorporadora.

A Capezio

Ocupando seu espaço no seleto grupo das marcas mais desejadas no mundo. No Brasil, o principal objetivo da Capezio, em todos estes anos, sempre foi promover incessantemente o desenvolvimento e o crescimento da dança no país. A marca conta com um catálogo de com mais de 2000 itens e a empresa ainda oferece a possibilidade de produção sob encomenda atendendo, dessa forma, as necessidades de qualquer praticante da dança em qualquer uma de suas 38 lojas próprias.Por aqui, a Capezio começou produzindo sapatilhas de ballet e ao longo dos anos foi ampliando a linha de produtos, incluindo toda a confecção do vestuário e a própria tecelagem, fabricando os tecidos para o seu próprio consumo. Atualmente celebra o sucesso da linha Capezio Luxo e linha Fitness lançada no início do ano.

Uma empresa que nasceu familiar e conseguiu o desafio de permanecer com o mesmo perfil de gestão e transformá-la em uma das empresas mais sólidas e promissoras do país. Site: www.capezio.com.br

Sobre a ONG Florescer

A Associação Nadia R. Bacchi (ONG Florescer) foi fundada em 1990 na cidade de São Manuel (interior de São Paulo) pela empresária Nadia Bacchi com o objetivo de prestar serviços à Cidade.  Em 1995 se instalou na comunidade de Paraisópolis, localizada na Zona Sul de São Paulo. Segunda maior comunidade carente da capital, Paraisópolis conta com mais de 100 mil habitantes.

A ONG Florescer, instituição sem fins lucrativos, tem como objetivo contribuir de forma social com a comunidade prestando serviços referentes à educação, esporte, lazer, profissionalização e cultura além de resgatar à dignidade, o respeito e convivência familiar e comunitária. Além de colaborar para o desenvolvimento educacional e psicológico das crianças, muitas descobriram talentos ocultos e novas profissões.

 A ONG Florescer começou sua “plantação” com a fundação do Centro de Integração Comunitária. Com ele, crianças e jovens da comunidade passaram a contar com um espaço fixo para suas aulas, recebem reforço escolar, computação, inglês, teatro, dança, ballet, violão e atividades físicas em geral. Praticam atividades recreativas e cursos profissionalizantes, sempre ministrados por voluntários.

Os resultados desse esforço comunitário vêm sendo positivos e a receptividade das famílias tem sido bastante grande. Hoje, a ONG Florescer atende cerca de 850 crianças de 06 a 16 anos e outras formam uma disputada fila de espera pela abertura novas vagas.

 A CASA: Sua grande área interna, dividida em vários cômodos, permite que as atividades culturais e educativas da Associação Nadia Rubio Bacchi/ONG Florescer sejam oferecidas para as crianças internamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.