Evento discute plano diretor do Rio de Janeiro a partir dos exemplos de São Paulo e Belo Horizonte

65

Maio, 2022 – O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) e o Colégio Estadual das Entidades dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU-RJ) realizam, no dia 12 de maio, às 17h30, o evento “Rio de Janeiro e o Plano Diretor – Aprendendo com Belo Horizonte e São Paulo”. O debate, que é aberto e gratuito, será realizado no auditório da sede do CAU/RJ (Av. República do Chile, 230, 2º andar, Centro).

O evento busca trazer uma visão crítica após implementação de Planos Diretores de grandes cidades como São Paulo e Belo Horizonte para qualificar o debate do Plano Diretor do Rio de Janeiro, traçando seus impactos, pontos positivos e negativos.

Entre os convidados estão: a ex-Secretária de Política Urbana da Prefeitura de Belo Horizonte, responsável pelo processo de elaboração do Plano Diretor da cidade, Maria Caldas; o arquiteto e urbanista, professor da FAU USP, Nabil Bonduki; o Secretário Municipal de Planejamento Urbano do Rio de Janeiro, Washington Fajardo e a Coordenadora de Macroplanejamento da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano, Valéria Hazan; além do coordenador do CEAU-RJ, o arquiteto e urbanista Celso Rayol.

Os planos diretores de Belo Horizonte e São Paulo são referências importantes para a elaboração do Plano Diretor do Rio de Janeiro, conforme explica a coordenadora da Comissão de Política Urbana (CPU) do CAU/RJ, Rose Compans. “O plano diretor de Belo Horizonte é mais recente e incorpora as leis de uso e parcelamento do solo. Isso é muito importante porque, em muitos casos, as diretrizes apontadas no plano diretor não se materializavam nessas legislações, que são mais antigas. Já em São Paulo, embora o plano já tenha 20 anos, ele incorporou o Estatuto da Cidade e fez grandes avanços, como a questão da autorregulamentação, a delimitação de zonas de especial interesse, o índice de ocupação do entorno de estações ferroviárias e metroviárias, IPTU progressivo etc., sendo uma referência até hoje”, analisou.

“A ideia é trocar informações e aprender pelas experiências dos planos diretores de São Paulo e Belo Horizonte, que tiveram como base a transformação urbana, com ativação de bairros, fachada ativa, fruição da cidade. Entendemos, no CEAU-RJ, que esta troca é muito qualitativa para as definições do nosso plano diretor. Nada melhor do que conversar com quem já colocou esses planos diretores em prática e está vendo o que está funcionando ou não em uma grande cidade”, afirmou Celso Rayol, coordenador do CEAU-RJ.

Para participar do evento, os interessados devem se inscrever pelo link:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScQG9iZ00nYK-9r7ZhJL_jnjA-1wiVmNguGNcyzhvuJ8jA7zQ/viewform?usp=pp_url

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.