Esporte é vida: Copagaz apoia projeto esportivo na Rocinha

Ação durante o torneio Rio Open busca oferecer materiais esportivos e outros recursos a uma escola de tênis daquela comunidade

0 150

Fevereiro, 2020 – Por ser uma empresa cuja capilaridade em todo o território nacional permite conhecer as diferentes realidades da nossa população por meio do gás de cozinha, a Copagaz – quinta maior empresa de GLP (Gás de Petróleo Liquefeito) do Brasil – entende que é seu dever colaborar com iniciativas que ofereçam oportunidades para o desenvolvimento dos jovens brasileiros em áreas carentes.

Com esta motivação, a empresa, dentre outras iniciativas, está apoiando o projeto do tenista Fabiano de Paula, que possui uma escola na comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro, onde também nasceu.

A ideia é arrecadar recursos por meio de doações, tais como materiais esportivos, uniformes e gerar ajuda financeira para até 70 crianças atendidas, aproveitando a realização do torneio Rio Open 2020, que acontece entre os dias 15 e 23 de fevereiro, no Jockey Clube do Rio de Janeiro.

Mas, não só. A Copagaz também quer envolver os expectadores e participantes do torneio, além de entusiastas do tênis em geral, em uma ação por meio da CATARSE, plataforma de crowdfunding ou financiamento coletivo.

EXPO RIO OPEN

Vai ser assim: a Copagaz criou o site www.jogandojunto.copagaz.com.br para divulgar a ação e direcionar à plataforma CATARSE, permitindo que as pessoas façam suas doações. Além disso, a companhia fará uma doação de R$ 100,00 em nome de cada um de seus convidados, que receberão uma carta com esta informação, sendo também um incentivo para que participem da ação.

Para Pedro Turqueto, Diretor de Desenvolvimento e Gestão, “esta iniciativa reforça nosso compromisso com a sociedade. A Responsabilidade social  e o cuidado com as pessoas sempre esteve em nosso DNA. Queremos incentivar estes jovens para que aproveitem a oportunidade de construir uma vida digna, para isso oferecendo um caminho através do esporte.”

Exposição de fotos

Um fotógrafo (Rogério Santana), que já dá suporte ao projeto, irá expor fotos do cotidiano das crianças, as quais serão enviadas para quem fizer uma doação a partir de R$ 10,00, pela plataforma CATARSE.

De acordo com o valor da doação, haverá um sistema de recompensas:

R$ 10,00 – mural de agradecimentos no próprio site do Catarse

R$ 25,00 – foto digital 72 dpi enviada por e-mail ao final da campanha

R$ 50,00 – foto digital 150 dpi enviada por e-mail ao final da campanha

R$ 100,00 – foto digital 300 dpi enviada por e-mail ao final da campanha

R$ 500,00 – pôster com certificado que será enviado para o endereço informado pelo doador.

R$ 1.000,00 – quadro da exposição que será exibido no estande da Copagaz. Os 15 primeiros doadores terão a foto exclusiva. Internamente, a Copagaz também fará uma campanha de crowdfunding para arrecadar doações entre seus colaboradores, parceiros e fornecedores.

“Nós temos um amplo conhecimento da vulnerabilidade de muitos grupos sociais, em função de nossas operações em quase todo o território nacional. Por esta razão, acreditamos que o esporte é uma ponte para que os jovens de comunidades carentes possam ter uma expectativa melhor para suas vidas, por isso apoiamos iniciativas como esta”, explica o anfitrião e porta-voz de toda a ação, Fabiano de Paula, que já foi campeão brasileiro e hoje mantém a Escola Fabiano de Paula de tênis na favela da rocinha.

As crianças que fazem parte deste projeto devem acompanhar o torneio em alguns dias, como forma de incentivo para que continuem participando do projeto.

Ficha técnica do evento:

Data: 15 a 23 de fevereiro

Local: Jockey Clube do Rio de Janeiro

Horários:

Dia 15 e 16 (sábado e domingo) – das 15h30 às 22h

Dia 17, 18, 19 e 20 (segunda, terça, quarta e quinta) – das 15h30 às 00h

Dia 21 (sexta) – das 14h às 00h Dia 22 (sábado) – das 16h às 00h

Dia 23 (domingo) – das 16h às 22h

Fonte: imprensa/Copagaz

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.