Equipamentos de proteção individual são essenciais para construção civil

0 371
Dezembro, 2019 – A Juntos Somos Mais, detentora do maior programa de fidelidade do varejo de materiais de construção e do maior marketplace B2B do setor, anuncia adesão da Marluvas ao Juntos Somos +. Com a entrada da Marluvas, os mais de 60 mil varejistas cadastrados no programa passam a ter acesso a uma ampla gama de Equipamentos de Proteção Individual, mais conhecidos como EPIs.
De acordo com pesquisa da Transparency Market Research, o mercado mundial de EPIs está em crescimento. Estima-se que aumentará em 7,3% até 2020, o que representa faturamento de mais de R$ 230 milhões. Mesmo assim, o Brasil ainda é o 4° país onde mais acontecem acidentes de trabalho, de acordo com a Organização Mundial do Trabalho (OIT).

De 2012 ao final de 2018, foram mais de 4 milhões e meio de acidentes do tipo no País, segundo estimativas do Ministério Público do Trabalho (MPT). No total, foram mais de 365 mil dias de trabalho perdidos, além de trabalhadores e famílias prejudicadas. Grande parte dos casos ocorreu na construção civil, quarto setor econômico no país mais propenso a acidentes – foram 97 mil ocorrências no período analisado.

Antonio Serrano – CEO da Juntos Somos Mais. Divulgação
É nesse cenário que fica clara a importância do uso de EPIs. Desde que o uso desses equipamentos foi regulamentado pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), os indicadores brasileiros melhoraram. O país já foi líder mundial no quesito acidente de trabalho. Um recuo de 27% entre 2010 e 2015 contribuiu para queda para a quarta colocação do Brasil no ranking mundial.

Sempre comprometida com o desenvolvimento do varejo da construção civil, a Juntos Somos Mais passa a contar com mais uma participante que apoia a transformação positiva do setor: a Marluvas oferece todos os principais Equipamentos de Proteção Individual, incluindo calçados de segurança e luvas.

“A entrada da Marluvas contribui com nosso propósito de desenvolver o varejo de material de construção facilitando o acesso dos mais de 60 mil varejistas a produtos de qualidade e fomentando mais segurança para o dia a dia dos profissionais de obra que constroem sonhos”, afirma o CEO da Juntos Somos Mais, Antonio Serrano.

Um dos principais impulsionadores da economia brasileira e setor importante para geração de empregos, a construção civil cresceu 2,0% no segundo trimestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do IBGE. O resultado implica o crescimento do setor como um todo e, consequentemente, o aumento pela demanda de EPIs.

“Nós, da Marluvas, vemos no Juntos Somos + uma oportunidade de estarmos mais próximos do consumidor final, ao termos nossos produtos presentes nas lojas de varejo da construção civil. Queremos mostrar a todos a importância da utilização dos equipamentos de proteção na prevenção de acidentes durante o trabalho, apresentar que é possível utilizar produtos confortáveis, com design inovador e sem perder a segurança além de incentivar que nossos produtos estejam na porta de entrada das lojas, mostrando para o trabalhador que somos a melhor opção quando se fala em EPI. Sabemos do potencial de cada estabelecimento presente na Juntos Somos + e estamos dispostos a incentivar o crescimento deles através do programa, aumentando o ticket médio e presença no mercado para crescermos juntos. Com Marluvas e Juntos Somos +, o sucesso será apenas uma consequência”, afirma Ritiele Dias, Analista de Inteligência de Mercado e responsável pela gestão de participação da Marluvas no programa.

Juntos Somos Mais em números:

60+ mil lojas cadastradas

200+ mil profissionais cadastrados

1.2 bilhão de pontos emitidos

350+ mil resgates

21 empresas participantes do programa de relacionamento: Votorantim Cimentos, Gerdau e Tigre (fundadoras), Santander, GetNet, Linx, Vedacit, Eternit, Suvinil, Bosch, Casa do Construtor, Ciser, Ourolux, Cozimax, Corfio, Schneider Electric, Portal Solar, e Marluvas, Brasforma, RenoveJá e Assa Abloy

55+ profissionais com habilidades e background diversificados no time

R$ 30 milhões já investidos – R$ 50 milhões em investimentos até 2020

 

Fonte: Imprensa/Juntos Somos +

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.