Empresas curitibanas centenárias investem no interior do Paraná

262

Em busca de novos mercados, empresas tradicionais da capital paranaense direcionam sua atuação para cidades do interior

Curitiba, Julho, 2016 – O interior do Paraná tem se revelado um polo de bons negócios. Vislumbrando a exploração de novos mercados, empresas originalmente curitibanas têm expandido suas atuações e fronteiras para cidades que oferecem um mercado cada vez mais promissor e indicam novas oportunidades de negócios.

Arsenio de Almeida Neto - CEO Thá.jpg OK
Arsenio de Almeida Neto, CEO do grupo THÁ.

A aproximadamente 400 km de Curitiba, Londrina, quarta cidade mais importante da região sul e localizada estrategicamente no eixo que liga o sul ao sudeste, tem despertado a atenção de empresas que buscam ampliar seus negócios e atingir novos públicos. Um exemplo dessa viagem ao interior do Paraná é o Grupo Thá, empresa curitibana que congrega engenharia, incorporadora e imobiliária.

A história da Thá no interior do Paraná começou ainda nos tempos da fundação de Londrina, com a construção do prédio da Estação Ferroviária, em 1945, o grande marco do desenvolvimento da cidade. Nos últimos anos, essa atuação foi intensificada, com destaque para construção do Real Parque, bairro planejado que está sendo implantado na Gleba Palhano, e para a reforma e ampliação da Santa Casa de Londrina.

De acordo com o CEO do Grupo Thá, Arsenio de Almeida Neto, a cidade de Londrina é um amplo mercado a ser explorado. “O mercado imobiliário em Londrina tem demonstrado grande maturidade e equilíbrio. O Grupo Thá acredita no potencial do mercado londrinense e tem segurança para novas construções. Nosso objetivo é crescer cada dia mais na região e construir obras exemplares e que tragam o melhor para cada morador e/ou investidor de Londrina”, afirma. Atualmente, a Thá possui quatro empreendimentos em construção na cidade que juntos somam mais de 100 mil m² de área construída.

Foto: Priscilla Fiedler
CEO da Cini Bebidas, Rodrigo Marcon.Foto: Priscilla Fiedler

Na área da educação, o Instituto Superior de Administração e Economia (ISAE), conveniado da Fundação Getulio Vargas (FGV) no Estado do Paraná, também intensificou seu processo de incursão pelo interior. No ano em que completa 20 anos de história, a instituição está tirando do papel seu projeto de expansão nas cidades de Londrina e Francisco Beltrão. Em Londrina, por exemplo, o ISAE terá uma nova sede, que contará com aproximadamente 500m², com capacidade para atender 1.170 alunos por período.

Outra empresa que experimentou um crescimento exponencial de 20% no segundo semestre de 2015 e resolveu respirar novos ares é a centenária Cini Bebidas, que está focando na região para consolidar sua imagem e aumentar sua abrangência estadual. Inicialmente, a ideia da Cini Bebidas é trabalhar com intensidade nas grandes cidades do interior, entre elas Londrina, Maringá, Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu com objetivo de aumentar sua distribuição.

“Contrariando o momento negativo da economia brasileira, a Cini tem alcançado números significativos nos últimos meses. Isso é fruto de um trabalho baseado em um planejamento completo, que integra todas as áreas da empresa, e moderno, focado em resultados concretos. É com esse cuidado e dedicação, oferecendo sempre produtos de altíssima qualidade, que queremos consolidar nossa marca no interior do Paraná”, completa o CEO da Cini Bebidas, Rodrigo Marcon.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.