Eletrobras apresenta prejuízo de R$ 4 bilhões no 3º trimestre

248

Resultado foi impactado pelo impairment de Angra 3 no valor de R$ 3,4 bi

A Eletrobras apresentou prejuízo de R$ 4,012 bilhões no 3º trimestre de 2015, frente a um prejuízo de R$ 1,358 bilhões no 2º trimestre de acordo com balanço divulgado no dia 11.

O prejuízo consolidado nos nove primeiros meses do ano foi, assim, de R$ 4,115 bilhões, frente a um resultado negativo de R$ 1,835 bilhões no mesmo período do ano anterior. O maior impacto negativo no resultado ocorreu devido ao impairment de Angra 3, no valor de R$ 3,4 bilhões. Outro fator que levou ao prejuízo foi a provisão de contingência para ações judiciais no valor de R$ 445 milhões.

Um dos fatores positivos do balanço foi o crescimento das receitas de transmissão em torno de 10% passando de R$ 1,254 bilhão no 2T15, para R$ 1,379 bilhão no 3T15. As receitas do segmento de distribuição também aumentaram 10%, saindo de R$ 3,789 bilhões no 2T15, para R$ 4,178 bilhões no 3T15. Outros fatores que merecem destaque foram a reversão de provisões de contratos onerosos de R$ 82 milhões e o reconhecimento dos valores da CVA (Conta de Compensação de Itens da Parcela A) e outros componentes financeiros no montante de R$ 103 milhões. A receita operacional líquida (ROL) da companhia atingiu R$ 7,902 bilhões.

Fonte: Assessoria de Imprensa Eletrobras

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.