Dor de Cabeça: Ar Condicionado é um dos piores vilões das concessionárias e do consumidor durante o verão; Adoção da Tarifa Branca pode ser a solução

0 583

Fevereiro, 2019 – O período do verão e o constante calor frequentemente motivam os consumidores a fazer mal uso do ar condicionado, ou seja, usá-lo em excesso e sem restrições nas residências e nos escritórios. A alta demanda energética no verão não só desestabiliza a rede das concessionárias, levando a constante queda de energia nas cidades, como também encarece a conta de luz para o consumidor.

Tarifa Branca

E o problema só tende a aumentar. Um estudo da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) mostra que o consumo de energia elétrica por condicionadores de ar no setor residencial mais que triplicou nos últimos 12 anos, e a compra de novos aparelhos por residências subiu 9% ao ano entre 2005 e 2017, duplicando o número de aparelhos na casa dos brasileiros.

Para evitar o desperdício, uma das soluções é a adoção da Tarifa Branca, que entrou em vigor no início deste anopara quem consome mais de 250 quilowatt-hora por mês (KWh/mês). Aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Tarifa Branca sinaliza aos consumidores a variação do valor de energia de acordo com o dia e o horário de consumo.

Casas e pequenos estabelecimentos comerciais que consomem a partir de 250 kWh (quilowatts-hora) serão os principais beneficiados. O modelo existe desde 2018, mas era só para consumidores a partir de 500 kWh por mês.

Com as novas regras, nos dias úteis o preço da energia será dividido em três postos horários: ponta, intermediário e fora de ponta. O horário de ponta ficará com a energia mais cara e terá duração de três horas, geralmente na parte da noite. A taxa intermediária será uma hora antes e uma hora depois do horário de ponta e também terá a energia mais cara. Os horários fora de ponta ficam então mais baratos. Nos feriados nacionais e nos fins de semana, o valor é sempre fora de ponta. As faixas de horários variam de acordo com a distribuidora que atende a região.

O consumidor precisa solicitar a adesão à Tarifa Branca junto a concessionária de energia, que tem até 30 dias para atender e instalar um medidor inteligente na caixa de força.

Para mais informações, acesse: http://www.castecnologia.com.br/.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.