Dicas de Casa: Como utilizar o vidro para valorizar a decoração na sua residência

154

Fevereiro, 2021 – O vidro é um material durável, seguro, higiênico, moderno e, sem dúvida, beneficia o design de todos os ambientes da casa. Com um bom projeto e a correta especificação, você pode compor vários ambientes na sua casa, desde o banheiro até a cozinha. Mas, antes de pensar em aplicar o vidro na sua casa, é importante atentar-se, principalmente à segurança.

Segundo Sérgio Araújo proprietário da Parsa Arquitetura e Construção, existem diversos tipos de vidros, desde o comum (float) ao temperado, laminado, blindado, acústico, mini boreal, canelado, serigrafado, jateado, reflexivo, extra clean, porém os mais utilizados em decoração são o vidro comum, temperado, laminado, canelado e reflexivo.

Vidro na parede da sala, separando a área externa. Divulgação

O arquiteto explica que o vidro comum são os mais presentes nas janelas pequenas, variando sua espessura. O vidro temperado é o vidro mais resistente, pois passa pelo processo de têmpera, onde é aquecido a altas temperaturas e resfriado bruscamente em seguida, o que torna a estrutura seis vezes mais resistente ao impacto frontal do que o vidro float comum. Geralmente é utilizado na parte interna da residência na divisão de ambientes na cozinha, separando a cozinha da lavanderia, por exemplo, e também é muito utilizado como fechamento de porta, e na parte externa da casa, em envidraçamento de varandas, na composição do gradil de alumínio com vidro na fachada de condomínios e residências.

Já o vidro laminado é mais utilizado em coberturas de vidro, onde usamos o vidro temperado-laminado. O temperado nós já vimos, e o laminado é feito unindo duas ou mais peças de vidro por uma camada de película polivinil butiral (PVB) ou o filme de etileno vinil acetato (EVA). Trata-se de uma ligação transparente intermédia interposta entre os vidros sob calor e pressão. Dessa forma, caso o vidro sobra algum agravo, as partículas não caem sobre as pessoas que estiverem abaixo dele.

Vidro no fechamento do espaço gourmet. Divulgação

O vidro canelado possui ondulações que foram criadas na superfície, isso faz com que a privacidade promovida ao ambiente seja maior e permita uma boa difusão de luz. Antigamente era muito utilizado nas janelas, proporcionando privacidade, e hoje tem sido retomado o uso do vidro canelado na separação entre cozinha e lavanderia também.

O vidro reflexivo mais conhecido é o espelho, que leva um banho de nitrato de prata num de seus lados, que adere completamente. Essa camada que torna o vidro um espelho. Observando o uso do vidro em cada ambiente da residência:

No banheiro facilmente é utilizado vidro temperado no box do chuveiro, e existem diversos tipos de box a serem explorados em residência (box boleado, box elegance, box flex, box supreme), e em prateleiras de apoio de acessórios, e o famoso espelho sobre a bancada da pia, que pode ser colado diretamente na parede, emoldurado com luminárias ou afastado da parede recebendo iluminação indireta entre o espelho e a parede decorativa do seu banheiro.

Segundo o arquiteto Sérgio Araújo, no quarto utilizamos o vidro além das janelas como espelho, que pode ser emoldurado ou colado diretamente na parede permitindo você contemplar seu corpo inteiro, também pode aplicar o vidro translúcido na porta dos armários ou no acesso ao closet. Nesses acessos o vidro cria uma barreira visual sem diminuir o tamanho do seu quarto ou closet. É muito importante você ter a participação de um profissional da área para poder lhe orientar e fazer a especificação perfeita no seu projeto.

Na sala podemos encontrar também o espelho, que proporciona amplitude para o ambiente, além de portas de vidro que separam ambientes mantendo a amplitude do espaço. Outro ponto muito usual também é utilizar o vidro no envidraçamento de sacada, onde uma “parede de vidro” é colocada sobre o guarda-corpo da varanda, e dessa forma, muitos moradores também optam por unir a sala à sua varanda, tendo assim um espaço muito mais amplo.

Na cozinha utilizamos muito o vidro, além das janelas, na porta dos móveis. A limpeza fica muito mais fácil e visível de ser verificada e permite, dependendo da escolha, que você permita ou não que se veja o que está dentro do armário/gavetas. Alguns projetos também fazem presente o famoso vidro que divide o ambiente de cocção do ambiente de lavanderia, e este vidro costuma ser o temperado seguido de uma película que imita o jateamento ou o próprio vidro canelado que proporciona privacidade para o outro lado do observador.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.