DASOL tem novo presidente

248

O DASOL, que desde o final de 2015 tem nova nomenclatura – Departamento Nacional de Energia Solar Térmica da ABRAVA ,– agora em 2016 tem um novo presidente, Amaurício Gomes Lúcio.

Em sua terceira passagem pelo cargo (ele já esteve à frente do DASOL em 2000 a 2002 e também em 2012), o executivo vê a gestão como uma oportunidade para superar desafios. “A energia considerada alternativa, a cada dia se torna mais competitiva. Se não fosse a crise, 2015 teria sido um ano de crescimento, mas ainda aguardamos a tabulação final dos dados de nossa pesquisa anual. Estamos sempre dispostos a encarar os desafios e vamos trabalhar pelos interesses do setor, para conseguirmos alcançar nossos objetivos”, diz.

Amaurício é engenheiro mecânico, graduado pela UFMG com ênfase em Engenharia Térmica. Trabalha na área de aquecimento solar desde 1976 nas Empresas TUMA. É diretor comercial e acionista da TUMA Industrial Ltda, fabricante da marca Solarem.

Com vasta experiência no segmento, Amaurício também é responsável técnico pelo projeto e instalação de mais de meio milhão de metros quadrados de aquecedores solares nos segmentos residencial, comercial e industrial, no Brasil e exterior.

Sobre o DASOL

O DASOL – Departamento Nacional de Energia Solar Térmica da ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento – representa oficialmente, em todo o Brasil, o setor de aquecimento solar de água com o objetivo de promover, divulgar e desenvolver a adoção da energia solar térmica. Desde 1992, apoia a formação de uma rede de atuação de empresas (fabricantes, revendas, instaladoras, consultorias e projetistas), instituições, universidades, órgãos do governo, ONGs e cidadãos em busca do desenvolvimento sustentável do Brasil através da aplicação e utilização responsável de energia solar térmica.

Os programas e atividades da entidade têm abrangência em todo o Brasil, alguns deles desenvolvidos junto à Eletrobras/Procel e ao Inmetro, e estão acessíveis a todos que utilizam a energia solar térmica de forma consciente, evitando energias poluidoras que provocam emissões de gases causadores do efeito estufa, contribuindo com uma parte da solução para diversificar a geração de energia e a matriz energética nacional. 

Fonte: Assessoria de Imprensa Dasol

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.