CPFL Piratininga doa mais de mil geladeiras eficientes para famílias nas regiões de Sorocaba e Baixada Santista

1.096

Sorocaba, Março, 2017 – Com o objetivo de estimular e difundir a cultura do consumo inteligente de energia, a distribuidora CPFL Piratininga investiu R$ 1,6 milhão em ações de eficiência energética junto aos seus clientes residenciais nas cidades da região de Sorocaba (Boituva, Iperó, Itu, Jundiaí, Sorocaba, Várzea Paulista e Votorantim) e na Baixada Santista (Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Santos e São Vicente) em 2016. Por meio do seu Programa de Eficiência Energética, a companhia destinou os recursos na doação e instalação de geladeiras mais modernas, eficientes e econômicas. Ao todo, 1.095 famílias foram beneficiadas – cada cliente beneficiado recebeu um equipamento – com a iniciativa.

_geladeiraeficiente
Representantes da CPFL Piratininga entregam um eletrodoméstico à uma consumidora. (Crédito: Divulgação CPFL).

A ação integra o projeto “Comunidades Eficientes”, que tem por objetivo contribuir para redução do consumo de energia entre os clientes de baixa renda por meio da troca de equipamentos ineficientes e da doação de modelos mais modernos e econômicos. Com os investimentos realizados em 2016, a economia esperada é da ordem de 427,05 MWh/ano, equivalente ao consumo anual de 177 famílias. O volume economizado no horário de pico é estimado em 43,8 kW, o que traz mais estabilidade ao sistema e reduz a geração térmica, fonte mais cara e mais poluente.

Além da doação deste tipo de equipamento, o projeto também promove a consciência da população sobre o uso racional dos recursos energéticos. A distribuidora promoveu a visita de agentes comunitários aos clientes beneficiados pelo programa, orientando sobre o consumo inteligente e o uso seguro de energia.

O consumo inteligente de energia não faz bem apenas para o bolso dos consumidores contemplados, mas também para o meio ambiente. A doação dos novos equipamentos evitou a emissão de 1.369 toneladas de CO2. Para efeito de comparação, isso equivale ao plantio de 8.214 novas árvores.

“Os recursos do programa provêm do valor arrecadado nas contas de energia. Esse dinheiro volta para a sociedade por meio de projetos que promovem o consumo inteligente de energia. É nosso dever como, uma concessionária de um serviço pública, conscientizar a população que a energia elétrica é essencial ao bem-estar e ao desenvolvimento da sociedade”, afirma o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Luiz Carlos Lopes Júnior.

Veja na tabela abaixo a ação da CPFL Piratininga, por parte deste projeto, em cada município:

Cidade Clientes Beneficiados Investimento (R$) EE (Mwh/ano) RDP (kW) CO2 evitado (t)
Boituva 2                         3.100,00 0,78 0,08 2,50
Cubatão 95                    147.250,00 37,05 3,80 118,75
Guarujá 73                    113.150,00 28,47 2,92 91,25
Iperó 32                      49.600,00 12,48 1,28 40,00
Itu 1                         1.550,00 0,39 0,04 1,25
Jundiaí 1                         1.550,00 0,39 0,04 1,25
Praia Grande 85                    131.750,00 33,15 3,40 106,25
Santos 54                      83.700,00 21,06 2,16 67,50
São Vicente 273                    423.150,00 106,47 10,92 341,25
Sorocaba 201                    311.550,00 78,39 8,04 251,25
Várzea Paulista 1                         1.550,00 0,39 0,04 1,25
Votorantim 277                    429.350,00 108,03 11,08 346,25
TOTAL 1095                1.697.250,00 427,05 43,80 1.369

Sobre o Programa de Eficiência Energética

O Programa de Eficiência Energética das distribuidoras da CPFL Energia é desenvolvido pelo Grupo desde 1998 e tem por objetivos a preservar os recursos naturais e promover educação para o uso inteligente de energia elétrica, evitando, assim, o desperdício. Os recursos do programa provêm do valor arrecadado nas contas de luz. Essa verba volta para a sociedade por meio de projetos que buscam tornar mais consciente a relação das pessoas com a energia elétrica, fazendo com que esta seja utilizada com responsabilidade.

Os clientes beneficiados com as geladeiras eficientes possuem o documento Número de Identificação Social (NIS), emitido pela Assistência Social das Prefeituras Municipais, e estão cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

Para mais informações acesse: www.cpfl.com.br 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.