Conta Salgada: Estado do Rio fica na última posição na geração de empregos no mês de janeiro de 2017

0 141
TRABALHADORES COMPERJ
Trabalhadores desempregados na sede da Petrobras. Créditos: JCC

Crise persiste e promete se alongar durante bom tempo no estado

Março, 2017 – Se há uma luz no final do túnel por enquanto essa luz, não chegou ao estado do Rio. São milhares de desempregados, a economia está estagnada, é até mesmo o setor de Turismo, durante o carnaval, não deu aquele refresco positivo que os cariocas esperavam para faturar um dinheiro extra.

De acordo com números do CAGED – Ministério do Trabalho, o estado do Rio, ficou com a última colocação entre todos os 27 estados brasileiros na geração de empregos no mês de janeiro 2017. Foram fechados 26.472 postos de empregos, cujos setores que contribuíram para esse desempenho são o Comércio (-13.087) e os Serviços (-8.524), além de outros setores da Indústria da Transformação, Construção Civil e Petróleo e Gás, que já vinham demitindo antes em decorrência da Operação Lava Jato e derruba do preço do barril do petróleo entre os anos de 2015/16.

Por enquanto, a única medida tomada pelo governo fluminense foi privatizar a Cedae(Companhia de Águas e Esgotos do Estado do Rio de Janeiro) e umas tentativas frustradas de ajuste fiscal nas contas do estado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.