Comunidades pesqueiras da Região dos Lagos terão cursos de Vigia de Pesca e Mestre de Rede

425

No dia 16 de março de 2022, às 18h, na Pousada Sentinelas do Mar, no município de Arraial do Cabo, será lançado o Curso de capacitação em Vigia de Pesca e Mestre de Rede como parte das atividades do Projeto “Maré a Leste Sacudindo os Territórios com trocas de saberes, gerando Renda e Sustentabilidade Ambiental em Comunidades Pesqueiras” coordenado pela Confrem Brasil. Os cursos serão realizados em parceria com as entidades Aglutinadas: APAC – Associação dos Pescadores de Arraial do Cabo e a Comissão de Pescadores da Praia Grande que fazem parte da Reserva Extrativista Marinha (Resexmar) de Arraial do Cabo criada em 1997. Durante o lançamento e a realização do curso serão adotados os protocolos sanitários da OMS (Organização Mundial de Saúde).

As atividades de vigia de cardumes e artes de rede são práticas tradicionais centenárias e seu ensinamento é de grande importância para manter vivos os modos de fazer da pesca artesanal. Além de contar com oficinas ministradas por especialistas na área da pesca artesanal, também atuarão como Instrutores antigos pescadores como o “Quinzinho” e “Seu” Moacir, de 70 anos, conhecido mestre de rede e vigia de cardumes do município. O projeto também prevê o apoio aos trabalhadores extrativistas para criação de uma associação de pescadores.

O Maré a Leste foi iniciado em novembro de 2021 e está atuando em diversas ações de melhoria das condições de trabalho e beneficiamento do pescado junto a 6 comunidades pesqueiras situadas nas baías de Guanabara e de Sepetiba e da Região dos Lagos, a saber: Itaipu (Niterói), Duque de Caxias, Ilha do Governador, Pontal do Ipiranga (bairro de Sepetiba) e das praias Grande e do Pontal (Arraial do Cabo).

O projeto é oriundo do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Ministério Público Federal (MPF) com a Chevron Brasil, a Chevron Latin America e a Transocean Brasil, responsáveis pelos vazamentos de petróleo no mar no Campo de Frade, na Bacia de Campos, atual Petrorio, que ocorreram em novembro de 2011 e em março de 2012, e é coordenado pela Comissão Nacional de Fortalecimento das Reservas Extrativistas, Povos e Comunidades Tradicionais Extrativistas Costeiros e Marinhos (Confrem Brasil) com o apoio do FUNBIO (Fundo Brasileiro da Biodiversidade).

Segundo Flávio Lontro, coordenador nacional da CONFREM Brasil, o objetivo do Maré a Leste é “desenvolver mecanismos de geração de renda em seis comunidades pesqueiras do estado do Rio de Janeiro, através da trocas de saberes, do incentivo à pesca sustentável, da adoção de princípios da economia solidária e do fortalecimento das organizações comunitárias, dos espaços de produção e comercialização dos  pescadores, pescadoras e marisqueiras.”

O Projeto Maré a Leste também atenderá comunidades em Itaipu (Niterói), Caxias, Ilha do Governador e Sepetiba (Rio de Janeiro).

São parceiros do projeto as seguintes instituições: Aremac (Associação Mãe da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo), Movimento Baía Viva, RESEX Marinha de Itaipu, Subsecretaria da Região Oceânica de Itaipu (Prefeitura de Niterói) e o Solidariedade Técnica – Soltec/UFRJ.

Mais informações: (21) 99578-0016 (Flávio Lontro, coordenador nacional da Confrem Brasil);

(98) 7001-1021 Kátia Barros (Coordenadora do Maré a Leste).

 Serviço: Lançamento do Curso de capacitação em Vigia de Pesca e Mestre de Rede

Data: 16/03/2022

Horário: Às 18h

Endereço: Pousada Sentinelas do Mar

–  Rua de Castro Neto, Pontal do Atalaia, Arraial do Cabo – RJ

Realização: Confrem Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.