Complexo de saúde inicia obras e abre vagas de trabalho em Anápolis

0 173

Outubro, 2019 – A construção civil voltou a retomar ritmo positivo de empregos no segundo semestre mantendo saldo (resultado entre o número de contratações e desligamentos) positivo no Brasil. A aceleração foi percebida no mês de setembro com saldo de 1.202 novas vagas em Goiás e 18.331 novas vagas formalizadas no Brasil; frente ao saldo de 505 novas vagas no Estado e 17.306 no País no mês de agosto.

Em Anápolis o crescimento do emprego na área foi tímido no mês de setembro, que registrou saldo positivo de apenas 13 novos empregos; mas o cenário deve mudar a partir de novembro quando o primeiro complexo mixed use da cidade inicia suas obras. A cidade vem passando por revitalização urbana e desenvolvimento e recebeu o lançamento do Gran Life Medical Complex, que já está com 50 vagas em aberto para a fase inicial de construção.

São vagas de Pedreiro, armador, carpinteiro e serventes com salários a partir de R$ 1.018 para profissionais com experiência. Os interessados deverão levar currículos no local das obras na Rua 1º de Maio esquina com Avenida Goiás, no centro da cidade, nesta quinta-feira (24/10), das 08 às 11 horas. Também será necessário levar cópia da Carteira de Trabalho.

Com mais de 56.000 metros quadrados de área construída, o Gran Life Medical Complex, é o  primeiro empreendimento mixed use da cidade, que reúne várias atividades em um só lugar e gera praticidade e economia de tempo aos usuários. O projeto imobiliário terá shopping, torre residencial, centro clínico e um moderno hospital que contará com consultoria do Sírio Libanês.

A obra será desenvolvida ao longo de quatro anos e no pico da construção deverá gerar até 300 vagas de emprego direto e outras 900 vagas indiretas. “A nossa preferência é pela mão de obra local”, diz Cleberson Marques, engenheiro e integrante do grupo empreendedor. Até a entrega, o empreendimento irá movimentar, R$ 190 milhões na cidade.

Revitalização

Além do impulso econômico, a construção do Gran Life também é uma contribuição à reformulação do centro da cidade centenária. Situado exatamente nas imediações onde começou o início de seu povoamento, ele associa estética construtiva à comodidade do mixed-use, mas passa  também pela tecnologia embarcada no empreendimento para facilitar o dia a dia dos moradores e usuários.

As novidades tecnológicas previstas para os residenciais nos próximos anos integram o empreendimento e serão apresentadas ao público no dia 26 de outubro, quando será lançada a parte residencial do complexo – o Gran  Life Home, com apartamentos de 49 a 77 m². Um de seus destaques serão os serviços disponibilizados aos moradores via smartphone pelo sistema “pay-per-use”.

Faxineira, personal trainer, lava car, babá, lavanderia, passeio e banho em pet, auto socorro, carro e bicicletas compartilhados, já estarão disponíveis para contratação via aplicativo, com a opção de se pagar somente pelo tempo de uso. O aplicativo, desenvolvido para o residencial, permitirá até mesmo o controle da entrada de convidados no prédio.

Moradores idosos poderão ter a facilidade do Gran Sênior Care – um serviço de atendimento domiciliar em saúde prestado pelos profissionais do centro clínico do Gran Life. “Mais do que entregar uma construção, as incorporadoras estão cada vez mais comprometidas em entregar soluções para o dia a dia dos usuários”, observa o engenheiro Cleberson Marques, que integra o grupo empreendedor.

Falando em tecnologia, ela também estará presente na parte médica do Gran Life. Ela contará com um moderno sistema de Enterprise Resource Planning (ERP) dentro do Hospital e que reunirá todos os dados e processos de atendimento médico, permitindo às clínicas e profissionais que atuarem no complexo integrarem seus pacientes ao complexo e assim possibilitarem o compartilhamento de forma segura de informações e dados de pacientes e profissionais médicos, a fim de prestar uma assistência à saúde mais rápida, integrada e eficaz.

O agendamento da consulta e o anúncio da entrada do paciente ao consultório também será feito pelo aplicativo. “Dessa forma, o paciente não precisará esperar sentado e sem atividade até o momento de ser atendido. Ele poderá aguardar circulando pelo empreendimento, fazendo compras, passeando na praça de alimentação ou realizando algum serviço bancário, por exemplo, enquanto é chamado via aplicativo em seu celular”, pontuou Fernando Fonseca, da ABL Prime. Para quem não fizer uso do aplicativo, haverá uma recepção central no shopping para receber os pacientes.

Fonte: Imprensa/ Gran Life Medical

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.