Compartilhamento de cozinha é a nova tendência no mundo dos negócios

Criada pela chef Patrícia Lopes, novidade vem para auxiliar novos empreendedores dos ramos de alimentação e gastronomia

0 121

Fevereiro, 2019 – Com o boom dos compartilhados, de carros, bicicletas e patinetes à escritórios, surge também a cozinha compartilhada.  A ideia é que micro e pequenos empreendedores da área da gastronomia possam se unir e utilizar uma mesma infra-estrutura, onde todos se beneficiam em áreas como compras e marketing, além da troca de ideias e know-how. Com isso, o grupo consegue desenvolver seus negócios de forma mais rápida e eficiente.

A ideia da cozinha compartilhada é da chef e empreendedora Patricia Lopes, proprietária da marca Cook it®, que enxergou o potencial deste mercado e viu que poderia auxiliar os muitos cozinheiros e empreendedores da área gastronômica, que são extremamente criativos, mas necessitam de um aporte financeiro considerável para alçarem vôo.

Patricia Lopes, idealizadora do conceito de cozinha compartilhada . Divulgação

Por falta de infraestrutura, muitas vezes os empreendedores, com suas ideias boas e originais, acabam estagnados e presos à produção caseira, sem conseguir desenvolver seus negócios de modo profissional.

A iniciativa já está dando frutos. Patricia conta que sua própria marca, a Cook It®, também se beneficia com o compartilhamento do espaço. Já fechou parcerias com os pequenos empreendedores que por ali passaram, conquistou novas revendas para seus produtos por indicação de outros pequenos empresários e está montando uma logística mais eficiente aproveitando a necessidade de todos os usuários do espaço.

E ela tem verdadeiro prazer por ajudar os novos empreendedores. Por isso, conta que sempre oferece sua consultoria para aqueles que vão em busca de utilizar o local. “Minha ideia é transformar a visão que as pessoas têm do alimento e da cozinha”, explica Patricia. “Consegui isso através da Cook it® e agora compartilho tudo que sei para ajudar a quem está começando nesse ramo”, comemora.

Tendo em vista as necessidades de um negócio em seu estágio inicial, a cozinha compartilhada, é muito mais que apenas um espaço para preparar alimentos. Ali surgem insights e novidades, que só um olhar profissional e empreendedor pode extrair. “O benefício não é apenas a cozinha em si, mas a oportunidade para todos, e, em grande parte as facilidades que significam o compartilhamento de serviços”, afirma Patricia.

Fonte: Imprensa/Cook it®

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.