Com mercado imobiliário aquecido, a MAC aposta em ambientes integrados e áreas verdes

221

Fevereiro de 2022Desde junho de 2020, o mercado imobiliário residencial, no qual é conhecido por ser o ambiente pelo qual se oferta e se demanda moradia, desempenha um papel positivo, com forte alta medida pelos indicadores e de atividades do mercado de compra.

Dados do registro de imóveis computados em parceria com a Fipe mostram para setembro de 2021 grandes cidades brasileiras apresentando aumento superior a 20% de transferências de imóveis em 12 meses. No mercado primário, temos os dados da Abrainc-Fipe mostrando crescimento acumulado em 12 meses até setembro de 2021 de vendas de imóveis novos (17%) e do número de lançamentos (33%).

Fachada Estilo Chácara Santo Antônio – Studios
. Divulgação

Quem aproveita a onda positiva do mercado imobiliário e continua lançando novos empreendimentos é a construtora paulista, MAC. Com a pandemia, a construtora entendeu que precisaria reformular as propostas de plantas e todos os empreendimentos, desde 2020, conta com espaços integrados e inteligentes. “Nossos apartamentos contam com espaços definidos e multifuncionais, mas não esquecemos daqueles que passam um curto período na casa, por isso continuamos ofertando studios, mas com plantas inteligentes. Independente do tamanho do apartamento se for 19m2 ou 189m2, as pessoas conseguem aproveitar cada metro quadrado”, explica Andrea.
Tendências para os empreendimentos em 2022

Ricardo Moraes Rodrigues (Pajero), Gerente Comercial da MAC, acredita que, neste ano, os consumidores ao procurarem novos empreendimentos para morarem ou investirem estarão mais atenciosos a alguns pontos e acha que a transformação digital, que já influencia o setor há algum tempo, vai ter mais importância em 2022.
“O mercado imobiliário já oferece soluções para acompanhar a integração, cada vez maior, entre mundo on-line e off-line e para suprir as novas formas de demandas. Os QR Codes, por exemplo, são usados em anúncios e permitem o cadastro de contatos, além de possibilitarem visitas virtuais guiadas aos imóveis. O intuito da incorporação da tecnologia é garantir mais liberdade ao cliente durante o percurso de compra ou venda”, explica Pajero.

Com a volta de muitas empresas para o presencial, Pajero acha que a preferência por um imóvel bem localizado é uma das tendências para este ano de 2022. “Quem se acostumou a acordar meia hora antes de começar a trabalhar durante o período de home office não quer mais perder horas no trânsito para chegar ao escritório”, afirma.

Os pontos que envolvem a sustentabilidade, já presente nos anos anteriores, mostram intensificação tanto nas discussões sobre mudanças necessárias quanto nas propostas construtivas. É um diferencial significativo que as residências e edifícios tenham alguma otimização energética (como energia solar), aproveitamento de água e selos verdes na construção.

A MAC acredita que apesar dos imóveis espaçosos terem atraído mais pessoas na pandemia, a realidade de cidades como São Paulo ainda é a de apartamentos mais compactos. Por isso, a multifuncionalidade dos cômodos das residências é essencial. “Isso pode acontecer em um quarto de hóspede que pode se tornar um home-office, a varanda que tem uma mesa de jantar ou na junção de todas as funções em um único espaço, como no caso de studios, uma grande aposta da MAC dos últimos anos”, finaliza Andrea.

Acesse o  site.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.