CNH Industrial doa R$2 milhões para combate à COVID-19 na América do Sul

Fundo Social da CNH Industrial está sendo empregado em ações estratégicas focadas em alimentação, saúde e educação. A proposta é auxiliar comunidades afetadas pelo novo coronavirus em iniciativas de curto, médio e longo prazos

158

Julho, 2020 – As ações de enfrentamento ao novo coronavirus no mundo ganharam um reforço. A CNH Industrial, líder mundial de bens de capital, investiu US$2 milhões (cerca de R$10 milhões) para combater ou mitigar o impacto da COVID-19. O recurso, que faz parte de um fundo social criado pela empresa, foi distribuído para as quatro regiões globais onde a companhia mantém operações, a partir de um mapeamento das necessidades de cada localidade. A América do Sul, que é o atual epicentro da pandemia segundo a Organização Mundial de Saúde, recebeu R$2 milhões.

Entrega de cestas básicas em Sete Lagoas (MG). Divulgação

O plano estratégico, que já está em andamento, é focado em três frentes de trabalho – alimentação, saúde e educação, com metas de curto, médio e longo prazos. “A CNH Industrial Global está empenhada em auxiliar as comunidades que foram impactadas economicamente pelo isolamento social e que se tornaram ainda mais vulneráveis do ponto de vista de saúde pela falta de estrutura para autoproteção. A proposta é auxiliar na emergência e também criar condições para uma retomada, quando a fase crítica passar”, destaca Vilmar Fistarol, presidente da CNH Industrial para a América do Sul.

A gerente de Sustentabilidade da CNH Industrial para a América do Sul, Erika Michalick, explica que os recursos potencializam os esforços da companhia contra a COVID-19, visando expandir o alcance das ações de assistência que já estavam sendo realizadas desde o início da crise sanitária. “Estamos atuando junto a concessionários, fornecedores e ONGs que são parceiras da CNH Industrial para amparar crianças, jovens e idosos que já têm relacionamento com a empresa pelas ações de voluntariado e projetos sociais viabilizados por leis de incentivo, estendendo esse alcance sempre que possível a outras famílias e instituições”.

No pilar alimentação, a empresa está suportando famílias carentes por meio do fornecimento de cestas básicas pelo período de três meses (junho a agosto), sendo que a segunda fase da distribuição já começou. Duas ações estão em andamento: a primeira é direcionada aos beneficiados pelos projetos socias já atendidos pela CNH Industrial nos estados do Paraná, São Paulo e Minas Gerais. A segunda faz parte de uma aliança com a rede de concessionários da New Holland Agriculture, que irá auxiliar outras instituições filantrópicas em vários estados brasileiros. As ações estão alcançando cerca de 2 mil famílias no Brasil e mais de 1750 famílias argentinas, nas cidades de Córdoba e Buenos Aires.

Na área de saúde, a Companhia está contribuindo para a proteção de públicos vulneráveis, prestação de suporte contínuo a hospitais e instituições de saúde locais e manutenção de outras áreas da saúde que foram impactadas pela pandemia. “Estamos customizando o auxílio a partir das necessidades imediatas de cada instituição. Inclui, por exemplo, o fornecimento de equipamentos de proteção individual para hospitais regionais e a sanitização de asilos, para proteger os idosos que são público de risco da COVID-19. Essas atividades já estão em curso. O acompanhamento é feito periodicamente para identificar novas demandas”, explica Erika. Outra ação, realizada em parceria com a rede de concessionários da IVECO em todo Brasil, é a distribuição de 10 mil kits com álcool gel e máscaras para caminhoneiros, que também estão recebendo instruções educativas de prevenção.

As ações de médio e longo prazo envolvem o investimento em educação empreendedora, que vai beneficiar famílias em situação de vulnerabilidade social. A proposta é auxiliar trabalhadores e empreendedores na retomada dos seus negócios após o isolamento social, contribuindo ainda para a recuperação econômica.

Fonte: CNH Industrial

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.