CBIC defende uso do FGTS para garantir direito social à moradia

198

Agosto, 2020 – Ao celebrar nesta sexta-feira (21) o Dia Nacional da Habitação, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) chama a atenção da sociedade para a relevância do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ao assegurar um dos direitos básicos do cidadão, que é o direito à habitação  e ajudar na redução do déficit habitacional brasileiro de quase oito milhões de moradias, especialmente da população de baixa renda.

CBIC

Apesar do seu papel fundamental na realização do sonho de tantas famílias brasileiras, o Fundo é constantemente ameaçado por saques sistemáticos que o tiram do seu propósito: garantir casa própria e emprego aos  cidadãos.

Hoje, mais do que nunca, é dia de lembrar que o FGTS já garantiu teto para 450 mil famílias no País. Das cerca de 70 milhões de unidades habitacionais existentes , o Fundo de Garantia já contribuiu para a aquisição de cerca de 12 milhões desses imóveis. “Sem o FGTS, nosso déficit habitacional seria 150% maior”, aponta o presidente da CBIC, José Carlos Martins.

Fonte: CBIC

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.