CBIC: CANTEIRO DE OBRA TAMBÉM É LUGAR DE MULHER

225

Boletim CBIC

Construção civil celebra o Dia Internacional da Mulher reconhecendo a importância da presença feminina em suas atividades e sua crescente qualificação.

MULHER OBRA
Com muito trabalho é dedicação, Cledna Menezes é destaque na construção civil. Foto: Boletim CBIC

Quarenta quilos de cimento roldana abaixo e vinte quilos nas costas, escada acima. E mais 20 pás de areia para fazer concreto, carregar o carrinho com entulhos e, por fim, finalizar os acabamentos da obra. Tudo isso sob o forte sol do verão brasileiro. Tarefas árduas não intimidam as mulheres da construção.

É o caso da mestre de obras Cledna Menezes e de outras muitas operárias do setor, que cada vez mais abriga mulheres em funções que antes eram exclusivas dos homens. Nos últimos anos, a presença feminina nos canteiros de obras vem se tornando uma realidade. Segundo a profissional, ainda hoje causa espanto nos homens a presença de mulheres nos canteiros de obras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.