Casa e Decoração: Conforto e natureza são as palavras de ordem deste decorado

0 81

Outubro, 2017 – Projetar sem saber quem será o morador tem suas peculiaridades. Além do grande desafio ao decidir que caminho seguir, o projeto pode ter personalidade, mas que dê abertura para o morador imprimir sua própria marca. As arquitetas Amanda Sayuri e Clara Machado encararam o desafio e assinam um dos decorados do empreendimento Côte D’Azur Ville, da Cena Construtora, em Florianópolis.

Cote Dazur Ville – Ambiente decorado: Rudi Razador

“Mantivemos uma base neutra em todo o apartamento, o que permite que o comprador do imóvel possa se apropriar do espaço e imprimir sua personalidade nele. Mas na questão de finalização e decoração, é impossível não pontuar detalhes que transmitem um pouco da personalidade do nosso escritório”, pontua a arquiteta Amanda Sayuri.

Com decoração marcada pela atemporalidade, o projeto evidencia referências de natural contemporâneo, o que acentua a sensação de conforto, pois o Côte D’Azur Ville é inspirado no charme e na sofisticação da Riviera Francesa. Localizado na beira mar do bairro João Paulo, a paisagem privilegiada é um dos pontos fortes do empreendimento, o que se torna parte integrante da decoração. “Buscamos complementar o conforto que o visual externo proporciona. A vista do apartamento é o grande trunfo, tentamos trazer essa sensação para dentro do imóvel”, completa a arquiteta Clara Machado.

Cote Dazur Ville – Ambiente decorado: Rudi Razador

As arquitetas optaram por remeter ao estilo clássico na sala ao aplicar boiseries nas paredes, mas com poucas linhas e mantendo na mesma cor da parede, preenchendo assim o espaço com leveza, sem carregar o ambiente. “Arriscamos ao apostar numa composição de pratinhos na parede, para trazer cor ao ambiente. Eles remetem a uma decoração histórica, de ‘casa de vó’, imprimindo conforto ao ambiente. Para dar contemporaneidade, optamos por desenhos e padrões modernos”, explica Sayuri.

Apesar de não conhecer o futuro cliente, as arquitetas não se prenderam apenas em manter a neutralidade e ousaram em alguns itens como objetos DIY (do it yourself – faça você mesmo), revestimento Plic! da Mlab e até uma mesa feita com corda e tronco de árvore. “Há uma tendência em projetarmos para nós mesmas”, confessa Machado, ao explicar algumas escolhas mais ousadas. As arquitetas projetaram espaços que, apesar de mostrar certa personalidade, transmitem conforto e frescor garantidos pelos elementos naturais, tendo como base tons neutros, que permite imprimir outras personalidades no projeto.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.