Casa com Bem Star : Organizações interessadas em desenvolver a moradia unem forças para aumentar investimentos em inovação social

Programa em Rede já conta com sete realizadoras no desenvolvimento de produtos e serviços de habitação para população de baixa renda

135

Agosto, 2021 – Ter uma moradia digna pode ser bastante difícil quando as condições financeiras não são as mais favoráveis. No cenário atual, com crises sanitária e econômica, as projeções de analistas também não são otimistas, com a previsão de um quadro de estagflação, o que contribui para a corrosão do poder de compra da população. Nas comunidades mais vulneráveis, esse sonho parece ainda mais distante. Porém, há quem esteja olhando para este cenário, como uma oportunidade de trazer impacto social para seus negócios.

Este é o propósito principal do HousingPact, iniciativa que reúne grandes organizações do setor de moradia, como ArcelorMittal, Dexco, HM Engenharia, InterCement, Fundação Tide Setubal, MiningPact e Vale, atuando em ações para melhorar a experiência de moradia com pilotos em São Paulo, Apiaí – SP e Santa Luzia- MG.

O HousingPact é um programa de inovação aberta que conecta startups com projetos nas áreas de habitação, saneamento e microcrédito a empresas com grandes corporações. E o senso comum entre as empresas participantes deste pacto é a necessidade de investimento em inovação no setor.

Recentemente, o MiningPact, que tem como objetivo o desenvolvimento de produtos e serviços que ativem a economia de cidades exploradas pela mineração, se juntou à iniciativa. Para Haroldo Rodrigues Jr, idealizador, as expectativas de crescimento para o próximo ano são grandes. Com o comprometimento junto ao ESG (Environmental, Social and Governance, ou seja, conjunto de padrões e boas práticas que visa definir se a operação de uma empresa é socialmente consciente, sustentável e corretamente gerenciada), as empresas puderam enxergar novas perspectivas de projetos ligados à inovação.

“Temos o planejamento para 2021 de um aporte inicial no valor de R$ 1 milhão, para apoiar o desenvolvimento de produtos ou processos inovadores no Norte e no Nordeste do Brasil, além de promover o desenvolvimento financeiro e sustentável das comunidades degradadas social e ambientalmente”, comenta Haroldo.

Já para Rodrigo Carazolli, gerente geral de inovação, novos negócios e Açolab Ventures da ArcelorMittal, o projeto é ainda maior. A siderúrgica acredita que a adesão dessas organizações a projetos como o HousingPact indica o quanto é crescente a busca por negócios sustentáveis, que além do retorno financeiro, se conectem a causas maiores de interesse da sociedade.

“Nesse sentido, lançamos esse ano o Açolab Ventures, um fundo que irá investir mais de R$ 100 milhões em startups e pequenas empresas inovadoras nos próximos 4 anos. A tese de investimento do fundo é ampla, e contempla, por exemplo, inovações relacionadas à construção civil, novas soluções, meio ambiente e zero carbono. É com essa perspectiva que a colaboração da ArcelorMittal com as startups deve se intensificar mais ainda. Hoje, o Açolab, laboratório de inovação da ArcelorMittal Aços Longos, já conta com mais de 7 mil conexões com diversos agentes do ecossistema de inovação e queremos ultrapassar as 10 mil conexões, ainda em 2021”, afirma Rodrigo.

A diretora de gente e gestão da HM Engenharia, Jornada Albuquerque diz: “Buscamos cada vez mais investir, descobrir novas formas de inovar e nos posicionarmos como uma empresa sustentável nos negócios, operações e na relação com a sociedade e meio ambiente Por isso, estamos colocando em prática iniciativas que se conectam com o tema, e o HousingPact é resultado disso. Nosso objetivo é continuar investindo nesta área e impactar de forma positiva a vida dos brasileiros”.

A integração das agendas impacto e inovação é pauta do planejamento estratégico da InterCement, empresa que além de ser co-fundadora do HousingPact, já se relacionou com centenas de startups. “Desde 2015, buscamos novas e melhores formas de aumentar o potencial de impacto de nossos projetos na comunidade, e a inovação, aliada ao uso de tecnologia, já se provou ser importante aliada”, completa Carla Duprat, Diretora Executiva da InterCement.

“A moradia possui um papel central no processo de desenvolvimento sustentável de um bairro. É definidora do espaço, das relações e das condições de vida das pessoas. No entanto, os desafios habitacionais nas regiões periféricas são grandes. As soluções não estão prontas, mas podem ser construídas a partir da articulação dos diversos atores da sociedade. É com esse propósito que a Fundação Tide Setubal aposta em iniciativas como o HousingPact”, diz Mariana Almeida, superintendente Fundação Tide Setubal.

 “Tem sido muito gratificante ver que mais empresas estão aderindo à ideia pela capacidade de transformação e repercussão gerada. Isso é caminho sem volta.”, explica João Pedro Brasileiro, CEO da Innovation Latam, parceiro de comunicação do Programa HousingPact.

Além da importância de contribuir com a inovação digital, as empresas também reconhecem que investir em planos de ESG gerou uma preocupação ainda maior para a implementação das práticas sustentáveis dentro das corporações.

“Temos em nosso DNA atitudes sustentáveis desde o início de nossas atividades. O trabalho direto com florestas plantadas e madeira sempre atraiu olhares minuciosos sobre nossas práticas. Seguimos evoluindo na área de indicadores ambientais e nos debates no âmbito social, cientes do caminho que ainda temos a percorrer e de que o tema jamais se esgotará. Acreditamos que participar de iniciativas como o HousingPact é um movimento que está completamente alinhado a essa forma de atuação”, acrescenta Giancarlo Tomazim, gerente de sustentabilidade da Dexco.

Conheça todas as empresas participantes:

  • ArcelorMittal: siderúrgica
  • Dexco (antigamente Duratex): produtora de painéis de madeira, louças e metais sanitários
  • HM Engenharia: construtora
  • InterCement: produtora de cimento
  • Fundação Tide Setubal: organização que realiza iniciativas para promoção de justiça social e desenvolvimento sustentável de periferias urbanas
  • Vale: mineradora
  • MiningPact: Iniciativa de impacto social que acredita que a atuação em Rede possibilita desenvolver a oferta de startups, produtos e serviços para mitigar os impactos do setor de mineração nas cidades e promover o desenvolvimento financeiro e ambiental sustentável das comunidades do entorno. Programa inspirado no modelo do HousingPact com investimento a in3citi e FFA

Mais informações podem ser obtidas clicando aqui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.