Câmara aprova MP do FIES e preserva o FGTS. Construção civil celebra manutenção de recursos para investimento

0 355

FGTSNovembro, 2017 – Dirigentes e empresários da construção civil reagiram com alívio à aprovação da Medida Provisória 785, que introduziu novas regras para o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) sem comprometer recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Com 255 votos favoráveis, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou a medida, que será apreciada pelo Senado Federal no próximo dia 17/11. “Foi uma decisão responsável dos parlamentares, que compreenderam a importância de não desviarmos recursos do FGTS para destinações fora da sua vocação”, celebrou José Carlos Martins, presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), lembrando que a Educação é um dos setores que têm recursos garantidos pela Orçamento da União. “Nós fizemos um diálogo institucional bem sucedido com os deputados, esclarecendo que os recursos do FGTS são hoje uma fonte fundamental para o investimento em habitação”, acrescentou.

A CBIC mobilizou empresários e dirigentes associados de todo o Brasil para apresentar aos deputados argumentos técnicos sobre a destinação do Fundo, os desembolsos e o impacto negativo do uso desse ativo para a quitação de dívidas do crédito estudantil. “Os deputados mostraram sensibilidade e entenderam que medidas como essa retiram do FGTS sua função social”, disse o presidente da CBIC. “A união do nosso setor foi fundamental para defender e preservar recursos que atendem a população brasileira, tornando possível a conquista da moradia digna”, frisou.

Fonte: Boletim CBIC

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.