Bom momento: cenário positivo no Rio de Janeiro atrai lançamentos

Com taxas de juros mais baixas, mercado imobiliário prepara novos projetos para este ano

0 129

Por Rebecca Ramos

Fevereiro, 2020 – As reduções nas taxas de juros do financiamento imobiliário anunciadas desde o ano passado por bancos públicos e privados ajudam a esquentar o mercado imobiliário. Além das reduções, há ainda a possibilidade anunciada recentemente pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, de o banco lançar em março uma linha de crédito imobiliário sem correção. Essa “competição” é muito favorável para o cliente e ainda ajuda a impulsionar o setor. De olho neste cenário, construtoras preparam vários lançamentos para este ano, com oportunidades para quem deseja comprar um imóvel na planta, seja ele econômico, de médio ou de alto padrão. A orientação dos especialistas é sempre comparar as ofertas para encontrar a mais adequada ao orçamento familiar.

INTI – sala triplex do Mares no Leblon. Divulgação

A Concal, por exemplo, planeja lançar nove empreendimentos em 2020, com um Valor Geral de Vendas (VGV) de mais de R$ 900 milhões. Segundo José Conde Caldas, presidente da empresa, entre eles estão projetos de unidades compactas, permitidos após a mudança da legislação. “É um tipo de imóvel que faz muito sucesso em São Paulo e temos certeza de que será muito bem aceito no Rio também. Dentro da proposta de oferecer unidades menores, com conforto e conveniências, faremos lançamentos na Zona Sul e na Zona Norte”, conta Caldas. O Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário pretende investir na Zona Sul e na Tijuca, regiões que, de acordo com Raphael Zanola, gestor do fundo, têm se demonstrado promissoras para a venda de imóveis de qualidade. “A expectativa é de que o cenário de 2020 seja bem mais favorável que os anteriores. As previsões de mercado apontam para um crescimento de 2,5% no ano, com juros em níveis historicamente baixos e com a inflação sob controle. Estes fatores criam um ambiente positivo para o crescimento. Por outro lado é necessário que o governo continue a agenda de reformas para que não haja frustração”, ressalta.

Otimistas com o novo ano estão também a Fernandes Araujo Participações e a Avanço Realizações Imobiliárias. A primeira prepara três lançamentos: um na Zona Sul, um na Zona Norte e outro na Zona Oeste. Já a segunda prevê lançar dois empreendimentos (Zona Norte e Zona Oeste), além de continuar investindo na marca Avanço Mansões Personalizadas, com a construção de casas em condomínios de alto padrão da Barra da Tijuca. “O ano de 2019 foi muito importante para o mercado, pois com as várias reduções da taxa de juros feitas pela Caixa Econômica e com os bancos privados seguindo o mesmo caminho, o setor voltou a reagir e os lançamentos voltaram com força total. O mercado imobiliário já comemora bons resultados e o cliente, inclusive o investidor, que estava aguardando por uma oportunidade, está de volta. São mais produtos disponíveis, projetos mais modernos e com condições que cabem no bolso. As perspectivas da Avanço para 2020 são ótimas”, afirma o diretor Sanderson Fernandes.

As expectativas também são boas para o mercado de obra por administração, mais conhecido como obra a preço de custo. “Em 2019 tivemos uma melhora de vendas na ordem de 16%, com relação a 2018, influenciada pela queda de juros e oferta de crédito. Para 2020, a nossa expectativa é de um aumento superior a 2019 porque já percebemos que o desemprego começou a ser revertido, a economia já está crescendo e a política de juros baixos deve continuar. Estamos preparando três lançamentos para este ano, que serão construídos na Barra da Tijuca, no Recreio dos Bandeirantes e em Botafogo”, conta João Batista de Andrade, diretor da JB Andrade Imóveis. De acordo com ele, entre as vantagens de optar pela obra por administração estão preço menor e possibilidade de personalização do imóvel. Já a INTI, também de obra por administração, prepara quatro lançamentos de alto padrão na Zona Sul, todos com conceito boutique. São prédios residenciais com poucas unidades, foco na arquitetura e totalmente personalizados. Entre eles está o Mares, primeiro da empresa no Lebloncom apenas 5 unidades e arquitetura do escritório Andre Piva, que foi inspirada na bossa do Rio e no charme do bairro“Um dos destaques do Mares é a personalização completa das unidades. Temos uma equipe de arquitetos que trabalha para encontrar a melhor solução para o estilo de vida do comprador”, conta Andre Kiffer, diretor da INTI. A expectativa para o primeiro semestre é alcançar um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 78,5 milhões. Ainda no segmento, a construtora Martinelli está com dois lançamentos na Zona Oeste do Rio, região que continua em alta e com demanda por novos projetos.

Segmento econômico

Construtoras que trabalham com o segmento econômico também estão confiantes com o novo ano. Só a CAC Engenharia prevê lançar oito empreendimentos no estado do Rio de Janeiro, totalizando duas mil unidades pelas faixas 1,5,2 e 3 do programa. “Teremos três lançamentos na Baixada Fluminense, dois no Rio (Zona Oeste e Zona Norte), um em Niterói, um em São Gonçalo e um em Saquarema. Nossa previsão é dobrar o número de lançamentos na comparação com 2019. A expectativa para este ano é ainda mais positiva, já que o cenário mostra-se favorável para o cliente e para as construtoras”, destaca Bruno Teodoro, gerente comercial da empresa. Segundo ele, a CAC tem pouco estoque porque a empresa procura viabilizar a compra oferecendo entre outras condições entrada parcelada e documentação sem custo para o comprador. Já a construtora Riooito vai continuar investindo na Região Serrana com o lançamento de dois residenciais que chegam a um total de 700 unidades. “Acredito muito no Minha Casa, Minha Vida e sou favorável às mudanças que o governo pretende fazer. O programa foi importantíssimo para o setor nos últimos três anos e vai continuar movimentando a construção civil”, afirma Mariliza Fontes Pereira, diretora da Riooito. Também pelo segmento econômico, a Riviera Construtora vai lançar em março a segunda fase do Central Park Riviera, bairro planejado em Duque de Caxias. E a Vitale planeja três lançamentos, um na Zona Oeste e dois na Zona Norte. Serão quase 500 unidades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.