Banco XCMG inicia operações neste trimestre

313

Janeiro, 2020 – O Banco XCMG S.A., primeiro banco de propriedade integral do Xuzhou Construction Machinery Group (XCMG), está se preparando para iniciar operações no primeiro trimestre de 2020. Com sede anexa ao Parque Industrial da XCMG Brasil, em Pouso Alegre/MG, o Banco XCMG S.A. tem capital inicial de R$ 100 milhões.

O anúncio oficial da abertura do banco foi feita na última segunda-feira (6), em São Paulo, em evento que contou com a presença do CEO Global XCMG, Wang Min, do CEO América Latina XCMG, Wang Yansong, e do presidente do Banco XCMG Brasil S.A., GU Shiying. A companhia anunciou ainda que também pretende ampliar a operação na fábrica que inaugurou em de Pouso Alegre (MG), em 2014, com a ampliação de seu parque industrial, que contará com outras empresas do segmento industrial da China, em especial fornecedoras.

Trata-se do primeiro banco do setor industrial chinês no mundo e a primeira instituição do segmento bancário com capital 100% estrangeiro a receber aprovação direta do Banco Central do Brasil. O objetivo é apoiar os negócios da XCMG no Brasil, além de estender serviços financeiros a empresas chinesas do segmento industrial em operação na América Latina, auxiliando, ao mesmo tempo, no desenvolvimento da rede de distribuição da XCMG. “O banco XCMG servirá como uma plataforma para apoiar o desenvolvimento de indústrias chinesas na América do Sul, a fim de promover cooperação de investimentos bilaterais, bem como o desenvolvimento econômico e comercial”, afirmou o CEO do Grupo XCMG, Wang Min.

Autorização pelo Banco Central

A autorização para a abertura do Banco XCMG S.A. foi concedida em outubro de 2019 pelo Banco Central, após atendimento a todos os requisitos previstos na regulamentação e participação de recursos estrangeiros no capital nacional. “Isso mostra que estamos no caminho certo no que diz respeito aos processos financeiros estabelecidos pela instituição e que seguimos as exigências dos órgãos reguladores brasileiros. Nos sentimos honrados e, ao mesmo tempo, sabemos da responsabilidade que nos foi atribuída”, afirma o CEO do Banco XCMG, GU Shiying.

“A ideia é dar suporte para proteção de risco cambial, por meio de operações de Hedge contra possíveis e eventuais oscilações nas cotações de moedas, atendendo ainda às necessidades dos clientes também quanto à gestão de risco e à volatilidade dos preços de mercado”, enfatiza o vice-presidente do Banco XCMG, Roberto Carlos Pontes.

Negócios no Brasil

De acordo com o CEO América Latina do Grupo, Wang Yansong, a abertura do Banco XCMG Brasil S.A. vai apoiar a expansão dos negócios do Grupo no Brasil. “O Brasil está caminhando para uma abertura comercial que, consequentemente, vai acirrar a competitividade internacional. Existe uma expectativa muito positiva quanto à retomada econômica local suportada por fatores conjunturais, envolvendo reformas administrativas, queda da taxa de juros no mercado local – Taxa Selic nas mínimas históricas, bem como à expectativa quanto ao aumento dos investimentos e consumo das famílias. Outro fator que vale ressaltar é a expectativa com relação ao programa de privatizações e concessões, que está previsto para os próximos anos. Todo este panorama suporta de forma muito positiva nossas expectativas com relação ao crescimento e geração de negócios no Brasil”, declara Wang Yansong.

Fonte: Imprensa/XCMG Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.