Água e Esgoto: dinheiro para investimentos no setor de saneamento começar a chegar nos munícipios fluminenses

174

Agosto, 2021 – Após 5 anos no escuro, com obras paradas e sem investimentos na área de infraestrutura, o estado do Rio de Janeiro começa a viver um novo momento no seu desenvolvimento econômico e social. Parece que dessa vez ações efetivas para modernização dos serviços de tratamento de água e esgoto sairá do papel. Neste sentindo diversas cidades fluminenses começaram a receberem suas primeiras parcelas dos valores arrecadados com a concessão dos serviços de saneamento da CEDAE, algo em torno de R$ 22,4 bilhões.

Espera-se geração de 150 mil empregos no setor de saneamento  no estado do Rio de Janeiro

 

Recursos para as cidades

Ao município de Rio Bonito, na Região Metropolitana, foram repassados R$ 56.771.277,89 arrecadados com a concessão. Já para Maricá o valor foi de R$ 154.179.292,73. A cidade de Saquarema, na Região da Costa do Sol, recebe R$ 11.605.810,08.

– Estes recursos advindos da concessão dos serviços da Cedae vão chegar em boa hora para Rio Bonito, que tem mananciais de águas. Certamente, a verba será aplicada para o benefício da população – disse o prefeito de Rio Bonito, Leandro Peixe.

Na ocasião, Castro anunciou o repasse de R$ 14.400.000 para a saúde de Rio Bonito. A transferência de recursos faz parte do Programa de Apoio aos Hospitais Integrantes do SUS/Região Metropolitana (PAHI RM). A verba deverá ser usada nas obras de ampliação do Hospital Regional Darcy Vargas, as quais foram visitadas pelo governador.

O município de Itaboraí receberá R$227 milhões divididos em três parcelas: R$ 147 milhões em 2021, R$ 35 milhões em 2022 e R$ 35 milhões em 2025. Esses valores são parte da divisão dos R$22,689 bilhões arrecadados com o leilão da privatização da Cedae, a companhia de saneamento do Rio de Janeiro. Além disso, a concessionária Águas do Rio também irá investir nos primeiros cinco anos de gestão somente em Itaboraí o valor de R$ 264 milhões e R$ 1 bilhão durante os 35 anos de concessão.

Operação assistida já teve início 


Rio Bonito, Maricá e Saquarema passarão a ser atendidas pela empresa Águas do Rio, do grupo Aegea, que arrematou o bloco 1 da concessão, grupo em que os municípios estão inseridos.

– Esse é um marco para a nossa cidade, que vive uma dramaticidade histórica de água e esgoto. Pelo gigantismo territorial, o município precisa desse investimento e, por isso, o recurso é muito bem-vindo. Será alocado na extensão da rede de água e de saneamento de Maricá – adiantou o prefeito Fabiano Horta.

O período do trabalho de transição entre a Cedae e as concessionárias, chamada de operação assistida, teve início na semana passada, logo após as assinaturas dos contratos. Este processo deve durar entre seis e nove meses.

– Com este recurso, o objetivo é melhorar a qualidade de vida da população. Será um legado da nossa gestão para a cidade. Para isso, é preciso ouvir a necessidade das pessoas e manter essa parceria com o Estado – ressaltou a prefeita de Saquarema, Manoela Peres.

Repasse também para São Gonçalo


Pela manhã, o governador Cláudio Castro entregou ao prefeito de São Gonçalo, Capitão Nelson, o certificado com o valor da outorga de R$ 1.023.216.690,80.

Baixada Fluminense 

A primeira cidade a receber o certificado foi Nova Iguaçu. As três parcelas somam, ao todo, o valor de R$ 538.819.327,40 para o município. A partir da concessão, tanto Nova Iguaçu, quanto Belford Roxo e Duque de Caxias chegarão a 99% de cobertura de água e 90% de esgoto.

– Já temos mapeado todo o investimento que a prefeitura fará com esta primeira entrada dos recursos. Este é um momento único do estado do Rio de Janeiro. Estes investimentos vão impactar de forma positiva na vida da população fluminense – falou o prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa.

Pagamentos das primeiras parcelas

Os pagamentos realizados às cidades nesta primeira etapa são equivalentes à primeira parcela, o que corresponde a 65% do valor total. Já a segunda parcela (15%) será paga ao final da operação assistida, já iniciada pelas concessionárias, e a terceira e última parcela (20%) será quitada em 2025.

O período do trabalho de transição entre a Cedae e as concessionárias, chamada de operação assistida, teve início na semana passada, logo após as assinaturas dos contratos. Este processo deve durar entre seis e nove meses.

Estas três cidades da Baixada passarão a ser atendidas pela empresa Águas do Rio, do grupo Aegea, que arrematou o bloco 4 da concessão, grupo em que os municípios estão inseridos.

Belford Roxo: 90% de cobertura de esgoto com a concessão

Na sequência, o governador Cláudio Castro esteve em Belford Roxo que, ao todo, receberá R$ 335.815.892,14 do valor arrecadado com a concessão dos serviços de saneamento.

 

– Era o melhor caminho a concessão dos serviços da Cedae para que a população fluminense tenha saneamento básico e qualidade de vida. Hoje, estamos dando o primeiro passo neste processo e quem ganha é o povo do Rio de Janeiro – disse o prefeito de Belford Roxo, Waguinho.

Entrega do certificado à Prefeitura de Caxias

Terceira e última cidade a receber o certificado de participação, na segunda-feira (23/08), foi Duque de Caxias, que ficou com o valor de R$ 605.130.658,95.

– A prefeitura realiza um trabalho com base nas demandas do cidadão. E, água e esgoto estão sempre entre as obras mais solicitadas. A concessão vem resolver um problema de décadas e, através deste recurso, outras obras poderão ser feitas para melhoria da vida da população, o que vão refletir também no estado – pontuou o prefeito de Caxias, Washington Reis.

Recursos para a saúde

Na visita à Baixada Fluminense, Castro também entregou aos municípios de Nova Iguaçu e Belford Roxo os cheques simbólicos do Programa de Apoio aos Hospitais Integrantes do SUS/Região Metropolitana (PAHI RM). Os repasses, nos valores de R$ 48 milhões (Nova Iguaçu) e R$ 4.800 milhões (Belford Roxo) poderão ser utilizados para modernização dos hospitais Geral de Nova Iguaçu e Municipal de Belford Roxo.

Fonte: Governo do Estado do Rio de Janeiro

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.