Tramontina Eletrik completa 40 anos com novas linhas de produtos

182

Empresa está atenta aos sinais de recuperação econômica do país e aos nichos de mercado que surgem no segmento de materiais elétricos.

Tramontina
Sede da empresa, em Carlos Barbosa(RS).

Julho, 2016 – Sediada em Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, a Tramontina Eletrik completa este ano 40 anos de atividades. A companhia, que nasceu com o objetivo de fabricar peças de alumínio para redes de transmissão de energia, cresceu e se consolidou no mercado de materiais elétricos. Hoje ocupando 40 mil m² de área construída, a unidade tem capacidade instalada para processar 4.800 toneladas/ano de alumínio e outras 3.000 toneladas/ano de plástico.

A Tramontina Eletrik chega aos 40 anos atuando em três divisões diferentes – além do carro-chefe, que são os materiais elétricos, a empresa comercializa também equipamentos para atmosferas explosivas e peças injetadas de alumínio. Essa diversidade move a Eletrik (como é carinhosamente conhecida) a trabalhar no constante aperfeiçoamento de seu portfólio, com o lançamento de novas linhas de produtos, como duchas, disjuntores e quadros de distribuição.

Expansão e diversificação de atividades

Nesses 40 anos de atuação, a empresa sempre se mostrou atenta aos sinais de desenvolvimento do país e aos nichos de mercado que surgiam, e onde poderia atuar. No início de sua produção, em 1976, o país passava por uma fase de grandes investimentos estatais em linhas de transmissão de energia elétrica.

Mas esta era uma venda bastante técnica, específica e, por outro lado, a empresa tinha por trás toda a estrutura de vendas do grupo Tramontina já amplamente estabelecida. Então, 1986 marcou o começo da incursão no segmento de produtos voltados ao consumidor final, com a fabricação da linha de conduletes e acessórios para eletrodutos.

Até o início dos anos 90, a Tramontina Eletrik seguiu voltada apenas para o alumínio. E, em 1994, novamente percebendo a possibilidade de expansão, desta vez utilizando o plástico, iniciou a fabricação de plugues, tomadas e interruptores de sobrepor, e extensões, que formaram a linha Priscus. Dois anos depois, em 1996, foi a vez do lançamento dos interruptores de embutir.

A competência na injeção de alumínio, reconhecida pelo mercado nas divisões de materiais elétricos, levou a empresa a criar, em 2000, a divisão Tecnopeças, dedicada ao fornecimento de peças injetadas de alumínio, sob encomenda, para diversos segmentos industriais, com destaque para o automotivo e agrícola.

Sempre de olho no futuro, lançou há quatro anos a divisão Ex, especializada na produção de materiais elétricos para ambientes onde o processo produtivo possa gerar atmosferas contaminadas com gases explosivos, caso dos segmentos de óleo e gás (onshore e offshore), geração de energia, mineração, química, alimentos e transporte ferroviário.

Ação ambiental

A Tramontina Eletrik sabe que não basta oferecer produtos com a melhor qualidade e tecnologia. É preciso olhar para a comunidade e adotar atitudes sustentáveis, como tratar a água utilizada na fábrica com a instalação de uma ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, e reutilizar praticamente toda a matéria-prima.

Além disso, tomou a iniciativa de desenvolver um projeto próprio de geração de energia por sistema fotovoltaico. O sistema, que tem como fonte a radiação solar – caracterizada por ser limpa, renovável e gratuita -, é interligado à rede elétrica regional, de forma a complementar a capacidade de geração. Esta integração permite à Tramontina Eletrik utilizar uma quantidade menor de energia originária da distribuidora, possibilitando economia tanto financeira como de recursos hídricos – sujeitos às condições climáticas – e termelétricos – mais caros e poluentes.

Site: http://www.tramontina.com.br

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.